O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 30 de Outubro de 2010

Não falta talento nas novas gerações. Mas o deslumbramento umbiguista pode deitar tudo a perder.

 

Há comentadores nos jornais e nos blogs cujo brilho está muito ofuscado pela preocupação em projectar o próprio eu.

 

Pelo caminho, lançam-se insinuações, humilham-se os mais avançados em anos e não se contribui para o bem comum.

 

Lamenta-se um articulista por, quase a chegar aos 40 anos, ter de suportar o mesmo político.

 

Não se trata de discordar. Eu próprio não me revejo em muita coisa do seu pensamento e da sua acção.

 

O que impressiona é o enfoque colocado na situação pessoal.

 

Se pensar bem, contudo, verificará que, ao menos, ele pode contribuir para eleger outras figuras.

 

Será que pensa na situação de tanta gente que, por esse mundo fora, nasce, vive e morre ofuscado por ditaduras?

 

A propósito, devia ser obrigatório ler as crónicas de José Manuel dos Santos. Hoje trata do caso de José Mestre, o chamado homem sem rosto. Simplesmente sublime.

 

O autor não é muito conhecido, mas, para mim, é o melhor. O que coloca as palavras certas no sítio adequado.

 

O arquivo destas crónicas pode ser consultado aqui.

publicado por Theosfera às 20:56

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro