O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 26 de Outubro de 2010

Assumo que não esperava nenhuma novidade no discurso de anúncio de recandidatura do Prof. Cavaco Silva à presidência da república.

 

Viu-se o esforço em demarcar-se de qualquer quadrante político-partidário. E chegou mesmo a dizer que o seu partido é Portugal.

 

Tentou colocar-se acima das discussões. Ensaiou um discurso de Estado, mais próprio de um presidente já reeleito do que de um recandidato.

 

Reclamou uma grande parte da responsabilidade pela situação do país não se ter degradado ainda mais. «Em que situação estaria o país se eu não fosse presidente da república?» Mas será que ainda poderíamos estar pior?

 

Disse que tentará ajudar a melhorar a vida dos mais desfavorecidos. O problema é que não se sabe muito bem com que meios.

 

Assume que fugirá a uma demasiada exposição mediática.

 

As maiores novidades têm que ver com a sobriedade da campanha.

 

Anuncia que os gastos totais serão metade do permitido.

 

E a melhor notícia é mesmo que não haverá cartazes na rua.

 

Refira-se que, até agora, são já seis os candidatos que se perfilam à suprema chefia do Estado: o Prof. Cavaco Silva, o Dr. Manuel Alegre, o Dr. Fernando Nobre, o Dr. Defensor Moura, o Eng. Francisco Lopes e o Prof. Luís Botelho Ribeiro (este, estranhamente, quase ignorado pela imprensa).

 

 

publicado por Theosfera às 20:35

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro