O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Confesso que me tem marcado bastante o caso de José Mestre.

 

O seu tumor no rosto pesava mais de cinco quilos!

 

Como é que este ser humano conseguia viver?

 

Finalmente, foi erradicado numa sequência de quatro intervenções.

 

O seu rosto estava tapado. O rosto de muitos também está escondido pela violência, pela duplicidade.

 

José Mestre sofreu não apenas com o tumor. Também sofreu com a insensibilidade de muitos circunstantes, que se metiam com ele.

 

Como é possível?

 

Este caso é uma realidade e funciona como um sinal. Como um sinal do nosso ser e sentir, da nossa decadência, da nossa insensibilidade.

 

O rosto do nosso mundo também tem de extirpar o tumor que o afecta.

publicado por Theosfera às 10:16

De António a 21 de Outubro de 2010 às 12:20
Gostamos mais de espectáculo do que de Humanidade. Por isso, quando José Mestre atirava pedras aos que o fotografavam eram verdadeiramente as pedras de Deus à insensibilidade humana...

De Fá a 21 de Outubro de 2010 às 21:50
Via-o tantas vezes no Chiado, Padre... Mas nunca senti qualquer forma de desrespeito. As pessoas, em regra, passavam discretamente ainda que impressionadas. Quem não viu não consegue imaginar semelhate situação.

Porquê, Deus???

Abraço amigo

De Maria da Paz a 21 de Outubro de 2010 às 22:22
Também eu vi este Senhor, algures na Baixa de Lisboa. Lembro-me de que desviei o olhar por uma questão de delicadeza e formulei uma prece. Estou feliz pelo facto de este Senhor poder ter, finalmente, o rosto humano com que sempre sonhou.
Graças a Deus!
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro