O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 16 de Outubro de 2010

A fazer fé no que aparece na imprensa, a nossa vida não vai ser fácil.

 

O efeito do anúncio das medidas de austeridade parece já totalmente degolado.

 

Podem não chegar tais medidas para re-carrilar a nossa economia.

 

Nicolau Santos fala de um orçamento sem esperança.

 

Pacheco Pereira, num tom quase apocalíptico, prevê o pior.

 

As suas 48 frases para o tempo de hoje terminam com um desenho pintado a negro: «Comparando com o que aí vem, nenhuma destas previsões é totalmente pessimista».

 

A saúde irá ficar mais cara. Os medicamentos aumentaram ontem e vão aumentar mais em Janeiro. A electricidade vai subir.

 

Enfim, citando Pacheco, «os nossos direitos face ao Estado tornar-se-ão quase inexistentes».

 

O governo conta com o aumento da taxa do IVA. Mas se o consumo diminuir, qual será o ganho efectivo?

 

Os mercados ficarão mais tranquilos. Mas os espíritos estão a ser assediados pela desesperança.

 

Os suicídios, como alerta igualmente Pacheco, tenderão a disparar.

 

Não espanta, por isso, que, segundo as sondagens, o PSD não suba e o PS não caia.

 

O Expresso mostra inclusive que estão simetricamente empatados: 35.3%.

 

Um empate que é sinal do impasse!

 

O governo não convence. A oposição não atrai.

 

Quem apresenta um rumo para Portugal?

 

Apareça. Apareçamos.

 

O futuro está nas nossas mãos.

publicado por Theosfera às 11:43

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro