O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 02 de Outubro de 2010

 

Apressaram-se os que, em 1989, viram no desmoronamento do comunismo o triunfo definitivo do capitalismo.

 

Precipitam-se os que, hoje, vêem na falência do capitalismo um certificado de validade plena do comunismo.

 

 Percebo que, em momentos como o que estamos a viver, as pessoas tenham necessidade de se agarrar a qualquer coisa.

 

 Como diagnóstico da sociedade e da economia, Marx tem a sua pertinência. A História tem sido uma luta em que os mais pobres saem sempre a perder. O problema é que isso acontece, inclusive, nos sistemas que ele tem inspirado.

 

 Nem capitalismo nem comunismo são solução. A resposta aos problemas económicos não está na economia. Está nos valores. E que valores apresenta o Capital? Que valores oferece Marx?

 

 Quem tem mais tem de contribuir melhor. Sabemos que a palavra imposto é sobrecarregada e soa a castigo. Se os empresários não estiverem bem, os trabalhadores também não estarão melhor.

 

 O circuito tem de funcionar, por isso, em moldes diferentes. Tem de haver justiça, comunhão, solidariedade, liberdade, espiritualidade.

 

 Não vejo nada disso no capitalismo liberal nem no marxismo estatal. Vejo isso em Jesus Cristo. Pena que nem sempre o vejamos nos cristãos.

 

Por uma coisa é certa: para que os pobres fiquem menos pobres, é imperioso que os ricos aceitem ficar menos ricos.

 

Haverá outro caminho?

publicado por Theosfera às 11:58

De Maria da Paz a 3 de Outubro de 2010 às 01:17
Tem V. Rev.ª carradas de razão!
Muito bem-haja, Rev.mo Senhor Doutor, por estas suas sábias palavras.
Afectuosamente,
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro