O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 04 de Agosto de 2010

Nada há que aconteça num lugar que não se repercuta em toda a parte.

 

Estamos, em cheio, no tempo da glocalização. Tudo o que é local acaba por ser também global.

 

O que mais avulta por estes dias é a recorrência de situações trágicas.

 

Tudo é descrito com espamos de minúcia.

 

Alguém vai matar alguém à própria casa. E, acto contínuo, vai a um café beber uma cerveja. Só então pede auxílio para remover o corpo.

 

Matar está a tornar-se banal.

 

Já não faltam estrangeiros a dizer que Portugal é um país perigoso.

 

Há não muitos anos, os nossos costumes eram brandos.

 

Tudo muda. Nem sempre para melhor. Nem sempre para pior.

publicado por Theosfera às 11:58

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15

22
24
27
28

30


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro