O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

O Santo Cura d'Ars, figura inspiradora deste Ano Sacerdotal, foi um sacerdote incompreendido e contestado.

 

Os maiores (a bem dizer, os únicos) problemas que enfrentou foram-lhe levantados pelos colegas.

 

Por várias vezes, intentou fugir. Mas o povo foi sempre no seu encalço e abortou todos os intentos.

 

O seu bispo também o obsequiou com o seu apoio.

 

O povo nunca falta. E o Santo Padre é sempre uma luz que sobrepuja, de longe, as trevas que se levantam

publicado por Theosfera às 11:51

De António a 30 de Outubro de 2009 às 13:08
Nutro simpatia por Santo Cura D´Ars,embora me pareça que exagerou nalguns aspectos da sua acção sacerdotal. Por mim, penso que viemos ao mundo para sermos equilibrados. Vivermos uma vida feliz e não egoísta.Mas pensarmos no que nos dá legítimo prazer também não é pecado. Confesso que vejo criticamente posturas de constante devoção sacrificial. Cristo ia a festas, convivia com os seus amigos, não se entregava voluntariamente a práticas de maceração corporal.O Seu Sacrifício foi voluntário,é certo.Mas apenas na exacta medida em que teve que Ser...


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro