O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 04 de Junho de 2010

É preciso ser muito grande para aceitar ser autenticamente pequeno.

 

Não é fácil ser simples. É necessário muito autodomínio, muito desprendimento, muita humildade.

 

Ser humilde está ao alcance de todos. Mas não está patente em muitos.

publicado por Theosfera às 12:12

De António a 4 de Junho de 2010 às 12:46
O conceito de humildade pode ser muito equívoco. Porque a vida é uma constante dialéctica de posições. E analisarmos os outros como humildes ou não depende sempre do nosso inevitável juízo. Penso que devemos ser cuidadosos e criteriosos nesta abordagem, porque ela também poderá ser redutora de um convívio verdadeiramente fraternal. Cristo nunca foi humilde, no sentido de qualquer subserviência ou aceitação das ideias com que não concordava. Quando expulsou os vendilhões do templo à vergastada teria sido humilde? Quando, invectivando os hipócritas fariseus, que faziam da religiosidade um pousio de práticas desprovidas de espiritualidade, e os qualificava de "raça de víboras" estaria a ser humilde? Quando, insurgindo-se contra posição mais tíbia de S. Pedro, clamou:" afasta-te de mim Satanás" , estaria a ser humilde ? Quando, por comer com as mãos, respondia aos fariseus em termos vigorosos e claros, dizendo-lhes que a impureza deriva dos maus sentimentos, estaria a ser humilde? Quando perguntou a Nicodemos: tu és mestre em Israel e desconheces estas coisas?", estaria a ser humilde? Quando Cristo se negou a fazer milagres na sua terra de origem estaria a ser humilde? Quando Cristo criticava abertamente e sem sofismas o que considerava injusto e eticamente errado estaria a ser humilde? E aqueles, os outros, que não aceitam críticas justas, estarão a ser humildes?...

De Theosfera a 6 de Junho de 2010 às 21:35
Bom Amigo, reconheço pertinência no que diz. A humildade, geralmente, está conectada com passividade, quase com preguiça. Há certos elogios à humildade que mais parecem apologias da preguiça ou, então, da submissão. Jesus foi humilde, como Ele diz em Mat 11, 28-30, mas de um modo pró-activo como o bom Amigo evoca nas situações que descreve. Para Jesus, a humildade desponta, acima de tudo, como o reconhecimento do primado do outro e da dedicação àquilo em que se acredita. A humildade é, por isso, assimilável à verdade. Jesus também transfigura o conceito de humildade. A Cruz é o ápice. Dá tudo, absolutamente tudo.
Do fundo do coração, muito obrigado. Deus o abençoe sempre, bom Amigo.


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13

26

27
28
29


Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro