O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

É líder e não abdica da liderança.

 

Não se queixa.

 

Tem sempre a iniciativa.

 

Transforma o medíocre em bom, o bom em óptimo e o óptimo em praticamente invencível.

 

Acredita e faz acreditar nas capacidades de cada um.

 

Os seus são sempre os melhores.

 

Todos se sentem astros, mas a estrela é ele.

 

Fixa metas, obtém resultados, decide onde quer trabalhar.

 

Sabe sempre o que quer e para onde quer ir.

 

Não deixa ninguém indiferente. Com ele não há mais ou menos.

 

Trabalhar, para ele, é sinónimo de triunfar.

 

Não usa desculpas depois de actuar. Prefere incutir motivações antes de agir.

 

Para ele, as dificuldades são oportunidades. E as oportunidades vencem as dificuldades.

 

Os outros até podem ser melhores. Mas ele, quase sempre, é o primeiro.

 

Curiosamente, este homem nasceu em Portugal. Mas o seu espírito não é muito português.

 

José Mourinho prova que se pode ser diferente daquele que tem sido o nosso destino, o nosso fado.

 

Se ele consegue, porque é que nós não havemos de conseguir?

 

Mourinho não é só um treinador. É um sério caso para estudar. E, se possível, reproduzir.

 

Quando se acredita (e faz acreditar), o impossível desaparece. Ou, pelo menos, não é tão frequente.

 

 

 

 

 

 

publicado por Theosfera às 22:34

De da Silva Pereira Manuel a 29 de Maio de 2010 às 08:31
Clubismo à parte ; De facto é fenomenal


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro