O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

O Governo, pela voz do Ministro das Finanças, já antecipa tensão social.

 

É que, em nome da redução do défice, os impostos vão mesmo aumentar. Em causa estão não apenas os impostos sobre o trabalho, mas também os impostos sobre o consumo.

 

As medidas para controlar as contas públicas e fazer descer o défice já este ano para os 7 pontos (ao invés dos oito inicialmente previstos), forçadas por Bruxelas, vão obrigar a um agravamento generalizado de impostos já este ano.

 

Delegações do PSD e do Governo têm estado toda a semana a negociar as medidas a apresentar. O acordo está praticamente fechado e Pedro Passos Coelho e José Sócrates devem mesmo encontrar-se amanhã, quinta-feira, para o selar.

 

Uma das medidas acordadas é um corte nos salários dos titulares de cargos políticos, gestores de empresas públicas, de entidades reguladoras e outras, que chegará aos 5%.

 

Na véspera, Pedro Passos Coelho já tinha anunciado esta proposta, com um valor de 2,5%, entretanto revisto em alta.

 

Mas os cortes vão muito além dos salários dos políticos.

 

Isto não vai ser fácil. Mesmo nada fácil.

publicado por Theosfera às 23:01

De António a 13 de Maio de 2010 às 00:00
A partir de agora a crise pode desembocar numa palavra terrível: fome...

De Maria da Paz a 13 de Maio de 2010 às 12:14
«Nós estamos num estado comparável somente à Grécia: mesma pobreza, mesma indignidade política, mesma trapalhada económica, mesmo abaixamento dos caracteres, mesma decadência do espírito. Nos livros estrangeiros, nas revistas, quando se quer falar de um país caótico e que pela sua decadência progressiva poderá vir a ser riscado do mapa da Europa - citam-se, a par, a Grécia e Portugal.
Eça de Queirós, "As Farpas", Janeiro de 1872

(Citação retirada da edição de 11 de Maio 2010, de "O DIABO" )

************************************************
Fim da Monarquia, 1ª República, 3ª República: a mesma desgraça!
Quando teremos Chefes à altura da nossa grandeza? É que o Povo Português, quando mobilizado por grandes objectivos e grandes ideais, dá o melhor de si e supera-se, verdadeiramente! Faz maravilhas! Estamos a constatar isto mesmo na magnífica e digníssima recepção e acolhimento a Sua Santidade o Papa Bento XVI! Pela primeira vez, desde há muito tempo, nos sentimos felizes e orgulhosos de sermos Portugueses!
É que temos, neste momento, a presença de um líder de primeira água, portador de uma Mensagem que é a única via para nos sentirmos pessoas, a única via que verdadeiramente nos pode mobilizar para descermos ao fundo de nós mesmos e nos elevarmos até ao Infinito, em comunhão com os Outros que são nossos Irmãos e que, igualmente, se elevam e se superam!
Precisamos de recuperar as nossa forças, a nossa grandeza, a nossa dignidade. E então caminharemos como Povo na construção de um Mundo mais feliz, mais pacífico, mais humano e mais digno: para todos. E todos nos sentiremos melhor, com novos e infinitos horizontes de realização humana, a descobrir com Esperança e Alegria, com Força e com Coragem, com Heroísmo, por todos e por cada um de nós.
Maria da Paz


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro