O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 11 de Maio de 2010

É certo que Alberto Caeiro achava que a beleza é o nome de qualquer coisa que não existe.

 

Já para Dostoievsky, «a humanidade pode viver sem a ciência, pode viver sem pão, mas sem a beleza não poderia viver nunca, porque não teríamos mais nada para fazer no mundo».

 

A humanidade é pródiga em gestos belos.

 

Tudo o que aproxima, tudo o que une está carregado de beleza.

 

Estes dias estão condenados a ser belos.

 

Todos os dias podem ser belos. Hoje também.

publicado por Theosfera às 23:39

De António a 12 de Maio de 2010 às 18:31
A Humanidade não pode viver sem pão.Os anjos sim. Mas até os santos vivem na corporalidade. Há neste mundo injusto muitas crianças que ainda morrem à fome. Se não existisse beleza, sempre teríamos algo a fazer no mundo: não permitir que crianças morram à fome.Dostoievsky teve um vida dura mas provavelmente nunca lhe faltou pão. Se isso lhe tivesse acontecido, duvido que tivesse proferido essa frase...

De Theosfera a 12 de Maio de 2010 às 18:57
Tem toda a pertinência no que diz, bom Amigo. Parece-me apenas, sem querer ser hermeneuta de Dostoievsky, que o que se quer realçar é a importância do belo...
Abraço amigo

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro