O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 01 de Maio de 2010

Também na Igreja precisamos de trabalhadores, de operários.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de falar de Deus.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de assumir posições claras.

 

De operários que não tenham nem vergonha de correr riscos e de enfrentar situações.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de estar ao lado das pessoas.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de tomar partido quando a vida, a liberdade e condição dos mais pobres estão em causa.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de dizer o sentem e de sentir o que dizem.

 

De operários que não tenham medo nem vergonha de rezar, de amar, de testemunhar, de ser. A tempo inteiro!

publicado por Theosfera às 11:23

De António a 1 de Maio de 2010 às 17:54
Esses "operários" são logo taxados de " comunistas". Ainda não sei como é que Cristo também ainda não catalogado de " perigoso subversivo"...


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro