O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Água mole em pedra dura, tanto bate que...nem sempre fura.

 

Assim se poderia resumir a partida entre o Barcelona e o Inter.

 

É um prazer ver jogar a equipa da Catalunha. A bola é adornada com requintes de arte supina.

 

O Inter praticamente viu jogar.

 

Mas conseguiu os seus intentos.

 

Mérito para um português: José Mourinho.

 

Sem engenho e arte, incutiu níveis enormes de resistência.

 

Não foi fácil. Mas conseguiu.

 

Este jogo fez-me lembrar o Mundial de 1982, em Espanha.

 

O Brasil tinha uma selecção sublime. Mas a Itália venceu-a.

 

Nem sempre os melhores conseguem levar a melhor.

 

Uma vez mais, a força travou a arte.

 

 

publicado por Theosfera às 22:09

De António a 28 de Abril de 2010 às 23:52
José Mourinho tem uma estrelinha especial.Um feitio especial, arrogante, que não aprecio. Mas é, para mim, o melhor treinador de futebol do mundo.o Barcelona dominou 70% do jogo mas o Inter esteve reduzido a 10 unidades. Ganhou a inteligência ao talento.Parabéns Mourinho...


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro