O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 27 de Abril de 2010

A cidade e a região estão tingidas de dor e ungidas de perturbação. Várias pessoas têm colocado termo à vida. Porquê?

 

Preocupamo-nos com o que vai acontecendo aos outros. E inquietamo-nos com que nos possa acontecer a nós.

 

A recorrência insistente de situações-limite, que atiram não poucos para o altar da dor e para o patíbulo do desespero, causa um caudaloso fluxo de perplexidade.

 

Porquê? É o que mais se pergunta.

 

As respostas é que teimam em não vir.

 

Não se encontram justificações. Nem se lobrigam explicações.

 

Augusto Cury costuma falar do fenómeno RAM.

 

Trata-se do Registo Automático da Memória.

 

Tudo o que acontece no exterior aloja-se no interior, inscreve-se na alma.

 

Tudo isso determina o nosso comportameto e vai configurando a nossa identidade.

 

O positivo constrói-nos. O negativo vai-nos corroendo, destruindo. Pode haver um limite.

 

Hoje em dia, todos temos a alma ferida.

 

Quando nos espantamos com determinadas situações, temos noção de que o perigo não anda longe.

 

Apesar de tudo, é possível vencer. Há uma energia que nos invade. A energia da paz, acompanhada da vitamina da esperança.

 

Deus está com todos os que a perderam: a esperança.

 

Ele ajuda-nos a reencontrá-la.

publicado por Theosfera às 11:45

De António a 27 de Abril de 2010 às 14:33
Augusto Cury está completamente certo.Posso asseverar, com conhecimento de causa, que as nossas almas conservam todas as suas memórias. E, quando digo todas, quero dizer todas as memórias das nossas almas eternas.Deus criou-nos almas eternas. Nunca tivemos princípio nem teremos fim.Verdadeiramente nunca nascemos nem nunca morreremos. Sei do que falo e tenho a absoluta certeza vivencial do que afirmo...


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro