O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Há quem, nos Estados Unidos, queira processar o Papa por causa da pedofilia na Igreja.

 

Com todo o respeito, este é o género de notícia a que nem vale a pena dispensar grande atenção. Sobretudo porque desfoca totalmente o problema.

 

No fundo, equivale a tomar por adversário quem é aliado.

 

A pedofilia é crime. Tem de ser tratada como tal. Quem a pratica deverá assumir as respectivas consequências.

 

No que concerne ao encobrimento, o Cardeal Joseph Ratzinger e o actual Papa Bento XVI figuram entre as pessoas que mais fizeram para que nada se ocultasse.

 

Há que fazer justiça. Em nome da verdade.

 

Sobra, entretanto, um enorme trabalho pela frente: a nível retrospectivo e no plano prospectivo.

 

Não bastam, como é óbvio, medidas punitivas, já previstas aliás.

 

É importante que se reflicta sobre um aspecto que vai avultando por entre os meandros miasmáticos de toda esta tormenta: porque é que a sexualidade é, tão frequentemente, remetida para a esfera de uma clandestinidade prolongada, asquerosa e violenta?

 

Porque é que, em muitos casos, se torna tão difícil viver o celibato de modo equilibrado e feliz?

 

O que levará a que se abuse de uma criança?

 

Será tudo uma mera questão de distúrbios pessoais? Mas como entender que eles sejam tantos?

 

Que fazer para tudo isto seja, o mais possível, evitado?

publicado por Theosfera às 10:42

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro