O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 10 de Abril de 2010

E, de repente, os meus olhos tropeçaram no título. Uma palavra apenas: deslaçamento.

 

E, por instantes, fiquei a pensar.

 

A crónica de José Pacheco Pereira até era interessante, mas, hoje, bastou-me o título.

 

O deslaçamento é, sem dúvida, o grande mal dos tempos que correm.

 

Sto. Hilário dizia que o Espírito Santo é o laço que une o Pai e o Filho.

 

Faltam laços hoje. Andamos todos deslaçados.

 

Este é o problema estrutural da humanidade e das instituições.

 

Pior que o relativismo é a debilidade da relação. Tudo estriba na falta de laços.

 

Invocamos, por vezes, os laços entre os membros de um grupo e esquecemos os laços que nos vinculam à enorme família humana.

 

A Igreja tem, neste capítulo, responsabilidades acrescidas.

 

É preciso restaurar os laços. É urgente acolher os clamores.

 

É decisivo descer as escadas e andar pelas ruas.

 

Há tantos laços à nossa espera.

publicado por Theosfera às 12:01

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro