O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 08 de Abril de 2010

Sempre acreditei que o mais simples é também o mais belo.

 

Existe uma aliança indestrutível entre a simplicidade e a beleza.

 

Não é Deus a suma simplicidade e a máxima beleza?

 

Onde flui a simplicidade, aí resplandece a beleza.

 

Foi este o sentimento que me inundou ao ler um livro que fala de uma nuvem cujo sonho era ser almofada.

 

Trata-se de um livro belamente simples. E que, por isso, se torna simplesmente belo.

 

Ressalve-se que é muito mais difícil escrever simples do que escrever rebuscado.

 

A simplicidade é bela porque brota directamente da alma, porque emerge, de modo diáfano, do coração.

 

Não vou (re)contar a história para não beliscar a expectativa de quem a quiser ler.

 

Trata-se de uma história de encanto, que congraça a simplicidade e a beleza.

 

É que o sonho da nuvem não era apenas pairar lá no alto. Era, acima de tudo, preocupar-se com quem precisa, cá em baixo.

 

E, tantas vezes, do que mais se precisa é de uma almofada. Para recostar a cabeça. Para encontrar repouso. Quiçá para partilhar segredos e digerir confidências.

 

A ilustração é bela, a narração é cativante, o ensinamento é sublime.

 

Como diz a Bíblia (Act 20, 35), há mesmo mais felicidade em dar do que em receber.

 

Parabéns à Dra. Cristina Bernardes por este livro. Pela nobreza de sentimentos que inocula mo coração de quem o ler.

 

 

Eis uma obra que encanta os mais pequenos. E que não deixa de interpelar os mais crescidos. Até para que nunca ofusquem a criança que, no fundo, continua a habitar nas suas vidas.

 

publicado por Theosfera às 09:56

De António a 9 de Abril de 2010 às 00:32
"Não é Deus a suma simplicidade e a máxima beleza?"

É sim. Basta atentar na Oração do Pai - Nosso. E nas Bem- Aventuranças. Deus é sóbrio, discreto, suave, manso, humilde, simples, bondoso.O mais e o melhor de todos nós. Não é pena que este Deus esteja ainda tanto " escondido" ? Não seria uma grande alegria para a Humanidade conhecer este Deus ? O único ? O verdadeiro ?

"Ressalve-se que é muito mais difícil escrever simples do que escrever rebuscado."

Vou revelar aqui um segredo: o estimado Padre João António escreve de uma forma superior. E, modestamente, tenho tentado seguir-lhe as pisadas, procurando escrever mais simples e despretensiosamente...

De Theosfera a 9 de Abril de 2010 às 09:51
Meu bom Amigo, fico sem palavras com o que diz. Limito-me a pensar no que dizia Edward Schillebeekx: «O Homem é a palavra de que Deus Se serve para escrever a Sua história». Sinto-me um pequeníssimo instrumento d'Ele. Abraço amigo.


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro