O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 10 de Abril de 2012

Como foi a tua Páscoa?

 

Eis a pergunta mais ouvida na manhã dos dias que se seguem ao Domingo da Ressurreição.

 

Como foi? A Páscoa não foi. A Páscoa é.

 

Liturgicamente, a Páscoa tem uma oitava e um tempo que se estende até ao Pentecostes. Kairologicamente, estamos sempre em Páscoa.

 

Certo estará o uso do tua. De facto, a Páscoa de Cristo é a Páscoa de cada um de nós.

 

Vivamos Páscoa. Transportemo-la para o nosso presente.

 

A ressurreição de Jesus Cristo é acontecimento, apelo e prioridade.

 

Ela ocorreu em Cristo. Ela ocorre em nós. Ela transformou Cristo. Ela há-de transformar o novo Corpo de Cristo.

 

publicado por Theosfera às 11:12

De António a 5 de Abril de 2010 às 14:44
Para nós, cristãos, penso que a Páscoa deve ser vivida com referência a Cristo. Custa-me ver a secularização do Natal e da Páscoa, promovida pelos crentes, mais empenhados na ceia do bacalhau com batatas e do cabrito assado com vinho verde. E do Menino Jesus substituído pelo Pai Natal. Em substituição da evocação da Memória de Cristo. Embora sustente que há lugar para a equilibrada confraternização entre as dimensões Sagrada e Profana da celebração. Vivemos todos num mundo de enorme hipocrisia, onde só raros santos escapam a esta realidade pervertida. A minha militância tem passado por tentar contrariar a corrente dominante, que se instalou na vertente religiosa, com os resultados catastróficos que estamos a assistir. Depois da hipocrisia e do encobrimento só faltava a vitimização, mas a não assunção integral de responsabilidades. A Terra deve ser o único planeta do Universo onde Deus teve necessidade de se corporizar em Cristo para nos tentar elevar espiritualmente, tão primitivos que somos. Olho em meu redor, e com honrosas excepções, vejo o deserto. Apesar de distanciado ideologicamente da Igreja Católica, sempre pensei que o mundo necessita de uma ICAR aprimorada, conceptual e comportamentalmente. Hoje, os seus maiores adversários são aqueles que, contra todas as evidências, teimam em negá-las e em fazer como a avestruz quando se sente acossada. Embora descrente que Santa Maria apareceu em Fátima, acredito que alguma entidade do mundo espiritual ou extra - terreno lá esteve e apareceu aos pastorinhos. Quem foi não sei. Mas hoje recordo a suposta profecia do terceiro segredo, que, evidentemente, não se aplica a João Paulo II. A terrível parte final, dessa profecia, aponta para o declínio da Igreja Católica em termos não literalistas mas simbólicos, embora reais. Hoje, percebe-se que o Mal não tem fronteiras e que o estafado chavão do Comunismo já se esgotou. Hoje, a grande zona de influência esotérica do Mal está contaminando a ICAR. E, a cada dia que passa, a negação das evidências, a não assunção dos erros, ao nível mais alto da hierarquia eclesiástica, só faz com que o Mal se agrave. Foi sempre assim: nas Cruzadas e na Inquisição. E é agora também. Só a Humildade pode salvar a Igreja Católica do descalabro. Não a vitimização nem a fuga para a frente. Do fundo do coração, desejo que a Igreja Católica, onde conheci Cristo, e muito estou por isso eternamente grato, se reencontre na sua Ressurreição Pascal. O Caminho é, como Jesus nos ensinou, pela porta estreita da Humildade e do Arrependimento. Não pela porta larga da Soberba...


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro