O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 26 de Março de 2010
Deus, envia-nos loucos
que se comprometam a fundo,
que se esqueçam, que amem mais do que em palavras,
que se dêem pela verdade e até ao fim.
 
Precisamos de loucos,
de insensatos, de apaixonados,
capazes de saltar para a insegurança:
para o desconhecido, cada vez mais escancarado, da pobreza.
 
Precisamos de loucos do presente,
apaixonados pela vida simples,
amantes da paz,
decididos a nunca trair,
que desprezem a vida,
capazes de aceitar seja qual for a tarefa,
a partir para qualquer lado:
simultaneamente livres e obedientes,
espontâneos e tenazes,
afáveis e fortes.
 
Ó Deus, envia-nos loucos!
 
Anónimo
(via O Banquete da Palavra)
 
publicado por Theosfera às 21:29

De António a 27 de Março de 2010 às 00:03
E eu pergunto: quando Cristo revirou as mesas do templo ou quando os Seus conterrâneos pretenderam atirá-LO do alto de um desfiladeiro, que diriam Dele ? " Está louco ..." ? Quando Cristo se manteve impávido no meio de uma tempestade marítima, que terão dito os Seus apóstolos ? " Está louco...? " Quando Cristo dizia: " Eu e o Pai somos Um, quem me vê a Mim vê o Pai", que terão dito os fariseus: " Está louco e endoideceu de vez..." ?...


mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro