O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 22 de Março de 2010

Cada vez estou mais convencido de que, na vida, é com calma, serenidade e muita paz que se atingem os objectivos.

 

Por isso, não te irrites, Irmão.

 

«Devagar que tenho pressa» é o melhor que te posso dizer, usando sábias palavras do povo.

 

Há nuvens por debaixo do sol?

 

 Mas olha que há sol por cima das nuvens!

 

publicado por Theosfera às 09:39

De Evágrio Pôntico a 22 de Março de 2010 às 10:32
Bem verdade o que diz, Sr. Padre João. Infelizmente, a vida hoje transformou-se numa correria desenfreada... É preciso saber remar contra a maré, para se poder ter alguns momentos de paz e de encontro com Deus e connosco próprios.
Os dois últimos parágrafos do seu texto trouxeram-me à mente uma frase do grande místico e poeta indiano, Rabindranath Tagore, que diz mais ou menos isto (cito de cor): "não chores por teres perdido o sol, porque (senão) as lágrimas não te deixarão ver as estrelas".
Abraço em Cristo Jesus.

De António a 22 de Março de 2010 às 14:16
Nem sempre com calma, serenidade e paz se atingem os objectivos.Há milhões de seres humanos que, perante a maldade humana,não os conseguiram alcançar. Por outro lado, há também milhões de seres humanos que, em razão de múltiplas circunstâncias, também não os alcançaram.Nestas alturas, é completamente impossível ao comum dos humanos ver sol por cima das nuvens. Não foi Cristo quem também perguntou: " Meu Deus, porque me abandonaste ?".Aqui há tempos, tentei consolar uma mãe a quem tinha falecido um filho. Falei-lhe da minha cosmovisão teológica, da minha crença em Deus, da eternidade das almas. E ela respondeu-me:" pois...mas eu não acredito em Deus nem na eternidade da alma. Para mim, o meu filho morreu para sempre e não consigo suportar essa dor". Contra uma frase destas, as nossas teorias ficam mudas...

De Theosfera a 22 de Março de 2010 às 14:21
Compreendo, bom Amigo. Mas, muitas vezes, a solução está em admitir que não há solução. O melhor presente acaba por ser mesmo o presente da presença. Há gestos mais eloquentes que as melhores palavras. Deus o abençoe. Muita paz no Senhor. Abraço amigo.

De António a 22 de Março de 2010 às 17:06
Estimado Padre João António:

Tem razão. Muitas vezes, o melhor presente é o da Presença. E esperar que Deus apareça na última vaga da onda do Destino.abraço amigo...

De allungamento pene a 22 de Março de 2010 às 16:03
A coisa mais importante na vida é ter uma atitude positiva e clara, mesmo diante das dificuldades


mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro