O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Em toda a parte se discute a autoridade.

 

Nota-se a falta dela, sem dúvida. Mas as soluções que se alvitram não sei se contribuem para extinguir ou para agravar os poblemas.

 

A autoridade não é o mesmo que autoritarismo.

 

Não se atribui por decreto. Não se reivindica em desespero. A autoridade conquista-se, exerce-se.

 

Ela vem pelo comportamento, pelo exemplo, pela confiança, pela empatia, pela amizade, pela comunhão.

 

Volto a Albert Schweitzer: «O exemplo não é a melhor maneira de convencer os outros; é a única».

 

O problema não está na falta de autoridade. O problema está no défice da relação. Comecemos por aqui.

publicado por Theosfera às 14:27

De António a 17 de Março de 2010 às 16:14
"Quem tem a consciência de que é alto e o afirma a si próprio e aos outros com orgulho, efectivamente não o é, porque nem sabe o que é ser alto; que noção poderá ter de altura o que só olha para baixo?

Nenhum de nós poderá, num momento qualquer, garantir que a sua doutrina seja a que encerre a verdade; os desmentidos surgem a cada passo, as incertezas vão sendo mais fortes è medida que se penetra com maior informação e mais atenta inteligência no mundo que nos cerca.


Ser intransigente com os outros não tem grande sentido; eles são o que podem ser e creio bem que seriam melhores se o pudessem; a Natureza ou o meio lhes tiraram as condições que os levariam mais alto; não os devo olhar senão com uma íntima piedade.


O essencial na vida não é convencer ninguém, nem talvez isso seja possível; o que é preciso é que eles sejam nossos amigos; para tal, seremos nós amigos deles; que forças hão-de trabalhar o mundo se pusermos de parte a amizade?

Para o filósofo não há nunca os cegos que não querem ver, há sempre os cegos que não podem ver.


Quando um modelo de vida lhe parecer bem, siga-o, mas, por favor, não queira que os outros também o sigam; o pregador é intolerável."

Agostinho da Silva






mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro