O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 16 de Março de 2010

Só na poesia se diz o indizível. Ela é muito mais que um jogo de palavras ou uma combinação de sons.

 

É o arrebatamento em forma de emoção. É a metáfora mais consistente do real. É a parábola mais autêntica do eu.

 

A poesia sai de muitos modos e solta-se a todas as horas. Até (diria sobretudo) quando se está deprimido, a inspiração flui, o verbo solta-se e o poema tece-se.

 

Tantos são os poemas escritos com lágrimas e banhados em pranto.

 

O encanto com que, depois, os declamamos como que fazem ecoar o arfar soluçante em que germinaram.

 

De certo modo, nasce-se poeta e cresce-se com a poesia. Não é preciso haver rima, nem grandes elucubrações. Basta haver sinceridade, sentimento, emoção.

 

Foi tudo isto (e muito mais) que pude experimentar, há pouco, no Museu de Lamego. Uma iniciativa do Colégio da Imaculada Conceição levou os seus alunos a expor textos e a declamar composições.

 

Notou-se trabalho, vibração, encanto e muito envolvimento. O poeta vai crescendo em cada um e derramando frémitos de esperança por entre os vendavais vociferantes que vamos encontrando na existência.

 

O Dia Mundial da Poesia é no Domingo. Até ao dia 26 esta exposição pode ser visitada no Museu de Lamego.

 

Parabéns ao Colégio da Imaculada Conceição. Excelente a iniciativa, primorosa a execução, vibrante a atitude.

 

Deus abençoe a todos!

 

 

publicado por Theosfera às 19:28

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro