O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

Não levem a mal. Mas dói-me ver o Natal paulatinamente transformado (transtornado?) em Carnaval.

Correrias, frenesim, ansiedade e até máscaras (do Pai Natal).

As similitudes abundam.

É bela a alegria. Mas não é menos bela uma alegria adornada com a sobriedade, o recolhimento, a serenidade.

Não esqueçamos, aliás, que o Advento também é, a seu modo, um tempo penitencial.

Mas alguém nota?

publicado por Theosfera às 10:26

De Anónimo a 20 de Dezembro de 2013 às 15:57
O Natal também não necessita de propaganda ostensiva. E um homem que admiro, como o papa Francisco, não se coibiu de se apresentar publicamente fotografado na companhia de alguns sem abrigo, no dia do seu 77º aniversário. Como se só na época de Natal houvesse lugar para dar alimento aos famélicos da Terra. Depois, esses indigentes voltaram para as ruas, continuaram a dormir ao relento ? Valha-nos a memória de homens totalmente íntegros e coerentes como Nelson Mandela, que não fazem das suas actuações públicas formas de marketing mais ou menos encapotado.


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro