O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 08 de Março de 2010

Agora, foi na Turquia. Há já também dezenas de mortos.

 

Tudo treme. Treme a terra. Treme a confiança. Treme a segurança. Tremerá a esperança? 

publicado por Theosfera às 10:43

De António a 8 de Março de 2010 às 13:43
Haiti, Madeira, França,Chile e agora Turquia...Estranho...Seja o que esteja a determinar estas catástrofes, Deus não é de certeza...

De Evágrio Pôntico a 8 de Março de 2010 às 16:56
Acredite quem quiser...
Nossa Senhora tem vindo, repetidamente, a avisar, através de mensagens, para estas catástrofes, e a apelar, ao mesmo tempo, para a renúncia ao pecado, para a conversão, para o arrependimento, para a Oração.
Disse-o claramente a respeito do Haiti, da Madeira e do Chile. E disse mais...
Infelizmente, poucos são os que levam a sério tais avisos Maternais...

De António a 8 de Março de 2010 às 21:25
Estimado Evágrio Pôntico:


Eu acredito em Deus. E acredito que Deus se pode manifestar da forma que entender. O Espírito sopra onde quer. Acredito que o mundo espiritual está povoado de incontáveis seres. E que Maria, Mãe de Jesus, pode ter aparecido na Terra. A questão é saber quais as " revelações privadas" que merecem crédito. E, nesta matéria, manda a boa prudência, separarmos o trigo do joio. Não acredito que Maria tivesse aparecido a Bernardete Soubirous, nos termos que decorrem da alegada " 5ª profecia", na carta escrita em 1879 ao Papa Leão XIII:

"Na véspera do ano 2000, assistir-se-á ao combate entre os sequazes de Maomé e as nações cristãs. Realizar-se-á uma terrível batalha, em que 5.650.451 soldados perderão a vida, e uma bomba de grande potência será lançada sobre uma cidade da Pérsia. Mas, por fim, vencerá o sinal da Cruz, e todos os muçulmanos se converterão ao Cristianismo."

Seria até caricato que Maria de Nazaré tivesse vindo ao mundo terreno dizer o número exacto dos soldados que iriam perecer em qualquer guerra. Mas, independentemente dessa circunstância, estamos em 2010 e nada do que consta nessa "profecia" aconteceu. Pergunto: é concebível que Maria de Nazaré se tivesse enganado, se tivesse sido ela a aparecer a Bernardette de Soubirous ?...

Confesso, no entanto, que estudo, muito interessado e impressionado, eventual Aparição de Maria: a de Kibeho, em 1981, no Ruanda.

Quando tiver a minha opinião formada sobre o que terá acontecido em Kibeho, certamente que estarei em condições de emiti-la.

Agora, Deus a " castigar" a Humanidade com catástrofes, nisso não acredito...


De Evágrio Pôntico a 8 de Março de 2010 às 23:34
Caro António,
no meu comentário, apenas disse : "acredite quem quiser"...

Se Deus castiga... ? Quem sou eu para o afirmar ou negar? Sei, porém, que Deus é Amor, mas, por inerência ao Amor, é Justo. Se não fosse Justo, não seria Amor.
Mas não creio que na Sua Misericórdia Dvina (e o que vou acrescentar poderá parecer, à primeira vista, um contrasenso...), Deus fique impassível e sereno perante os desmandos e os sacrilégios que os homens praticam todos os dias... Se eu fosse panteísta, seria mais fácil dizer que é a própria natureza que se revolta...

Paz e Bem.

De António a 9 de Março de 2010 às 15:07
Estimado Evágrio Pôntico:

Grato pela sua resposta.Não consigo imaginar Deus a castigar através da imposição de desastres naturais e fico perplexo quando,analisando alegadas aparições marianas, constato que, nessas mensagens, figuram recorrentemente alusões a " pecados colectivos" e castigos igualmente gerais. E pergunto-me: " Que Deus seria este que castigasse indiscriminadamente por supostos pecados colectivos ? ". Não sou panteísta, embora me reveja nos postulados pananteístas de Teilhard de Chardin e de Einstein. Mas mesmo que o fosse, também não imaginaria Deus a castigar a Humanidade através da Natureza...


mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro