O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 12 de Novembro de 2013

Matar é mau. Mas ir matando consegue ser (ainda) pior.

Quem é morto perde a vida, mas vê também acabar o pesadelo de quem o matou.

Quem vai sendo morto, é mantido vivo para ir suportando o tormento de quem o vai agredindo.

Quem vai matando usa uma arma mais mortífera que todas as armas: a insinuação, a difamação, a calúnia.

Destarte, não vai matando apenas alguém. Vai matando também algo: sobretudo a verdade.

Navegando nas águas agitadas da pressa, as pessoas mal têm tempo para parar e reflectir.

A tendência é para irem à boleia de todos os boatos e para irem comprando os mais diversos rumores.

Como a verdade usa métodos suaves (impõe-se por si mesma, sem estrépito), há muitos que não se apercebem quando ela se manifesta.

E assim se culpam os inocentes. E se inocentam os culpados.

Até quando?

publicado por Theosfera às 10:31

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro