O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 21 de Setembro de 2013

O paradigma está a deslizar em quase tudo. No conhecimento, sem dúvida. Mas também nos comportamentos.

A vida privada já não é o que era. Será que ainda é? Será que ainda existe vida privada?

Facilmente se confunde transparência com exibicionismo. Pior, hoje propende-se a desconfiar do que é privado, do segredo.

Se há segredo, há logo desconfiança. Porque é que tem de ser assim? Esquecemo-nos de que defender a privacidade é defender a liberdade?

Wolgang Sofsky afasta-se do pensamento dominante (e completamente sufocante) advertindo: «Quem não tem alguma coisa a esconder, renunciou à sua liberdade».

Nem sequer nos apercebemos de que nem tudo é para mostrar, nem tudo é para publicitar. Parafraseando alguém, quando perceberemos que íntimo é contrário de público?

A vida íntima é para ficar na intimidade.

Somos amigos não quando queremos saber tudo a respeito dos outros. Mas quando protegemos a sua privacidade e não alinhamos em rumores acerca deles.

publicado por Theosfera às 11:55

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro