O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 23 de Agosto de 2013

Até certa idade, vemos as coisas e as pessoas com os nossos olhos.

Tudo parece idílico, paradisíaco, transparente, luminoso.

A partir de certa idade e até porque os nossos olhos enfraquecem, começamos a ver as coisas e as pessoas com o seu próprio olhar.

As coisas e as acções das pessoas inscrevem-se em nós. A paisagem, por vezes, altera-se. As nuvens adensam-se. Tudo parece mais obscuro, mais opaco.

A certa altura, começamos a questionar: como foi possível que estivéssemos enganados sobre esta e aquela pessoa?

Mas, afinal, não estávamos enganados. Estávamos a aprender.

E a aprendizagem da vida não tem hora marcada para terminar. Está sempre a acontecer.

Quem pensa que tudo conhece arrisca-se a coleccionar decepções.

Há que estar atento. E, acima de tudo, há que não sair do caminho.

Há que ser o que somos. Mesmo que outros deixem de ser o que eram. Ou o que nos parecia que fossem!

publicado por Theosfera às 10:24

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro