O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 05 de Agosto de 2013

Há coisas em que parecemos incorrigíveis.

Muitas vezes, quando olhamos para cima, não olhamos para o céu, nem para Deus. Olhamos para os lugares da frente.

E, no fundo, sentimos algum pesar por lá não estarmos.

Acontece que nem sempre há grandeza no que é grande. Pelo contrário, há sempre muita grandeza no pequeno.

Para Deus, sobe-se descendo. As pessoas mais parecidas com Deus são as mais simples, as mais humildes.

Teimamos em olhar para cima para subir. Seria bom que olhássemos mais para baixo para aprender.

As melhores pessoas são as mais simples. Infelizmente, são as mais esquecidas.

Mas são elas que trabalham para outros possam brilhar. Até nisso são grandes. Dão tudo pelos outros e até são capazes de dar o palco aos outros.

As pessoas humildes são sãs, são chãs. Sabem à terra. E sabem a Deus na Terra!

publicado por Theosfera às 10:53

De Anónimo a 5 de Agosto de 2013 às 22:51
Mas ainda há quem goste, e não são poucos, dos autoritários, dos impantes, que fazem do brocardo latino:"Major e longinquo reverencia", o seu estandarte, o seu lema de vida. Subservientes para quem está acima deles, opressores para quem está sob as suas ordens.

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro