O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 14 de Maio de 2015

Que existe primeiro: o amor ou as pessoas?

Qualquer resposta parece possível, nenhuma resposta se impõe como incontestável.

Dir-se-á que para haver amor tem de haver pessoas, o que é verdade. Mas não faltará quem diga que para haver pessoas tem de haver amor, o que (também) não é mentira.

Para realmente haver amor, tem de haver pessoas que se amem. Para verdadeiramente haver pessoas, tem de haver amor que as una.

Só o amor é capaz de unir. Se não há união, é porque não há amor. E sem amor que una — ou sem união que ame —, dificilmente conseguiremos sobreviver como pessoas.

Em Deus, o amor coexiste com as pessoas: desde sempre e para sempre. O amor gera desde sempre as pessoas. As pessoas geram para sempre o amor.

O amor é tão eterno como Deus e Deus é tão eterno como o amor.

Nunca houve Deus sem amor. Nunca houve — nem haverá — amor sem Deus!

publicado por Theosfera às 15:54

Há quem habite na ilusão por ter medo da verdade.

Nietzsche apercebeu-se: «Por vezes, as pessoas não querem ouvir a verdade porque não desejam que as suas ilusões sejam destruídas».

Acontece que as ilusões só subsistem no íntimo das pessoas iludidas.

A realidade não suporta ilusões. Ela tem um pacto firmado com a verdade.

E cumpre!

publicado por Theosfera às 09:59

A miséria de uns é, quase sempre, resultado da desumanidade de muitos.

Só que o efeito consegue ultrapassar as causas. A miséria acaba por ser mais contagiante.

Victor Hugo notou que «há sempre mais miséria entre as classes mais baixas do que humanidade nas mais altas».

Mas não será esta falta de humanidade a miséria maior?

publicado por Theosfera às 09:55

Hoje, 14 de Maio, é dia de S. Matias (padroeiro dos carpinteiros, dos alfaiates, dos alcoólicos arrependidos e invocado para as dores de bexiga), S. Frei Gil de Santarém e S. Miguel de Garicoits.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro