O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 07 de Março de 2015

A Bíblia pode ser vista como uma longa palavra com 73 sílabas.

46 são soletradas no Antigo Testamento e 27 são entoadas no Novo Testamento.

Em relação à imagem de Deus, muitas dessas sílabas são completamente átonas. Quase O desfiguram. Basta pensar no Terror de Isaac, assim Deus é apresentado numa passagem genesíaca.

Entre desfiguramentos e aproximações, vamos gaguejando, sílaba a sílaba, até chegar a Lucas, sobretudo ao capítulo 15.

Aqui encontramos a sílaba tónica.

 Deus não castiga. Deus não condena. Deus abraça. Deus festeja.

Deus não é um polícia a escrutinar os nossos erros. Deus é o Pai que Se alegra com o nosso bem.

Deus é misericórdia.

A maior festa não é quando se dá o encontro. É quando ocorre o reencontro após o desencontro.

Porque é tão difícil, então, pronunciar devidamente a sílaba tónica?

Porque é que, ainda hoje, continua a prevalecer a linguagem do castigo sobre a cultura da bondade, da compaixão e do amor?

publicado por Theosfera às 12:55

A realidade é o que é e raramente é o que gostávamos que ela fosse.

Albert Maysles, anteontem falecido, «a realidade tem quase um curso divino, no sentido de que ela controla tudo e só podemos obedecer-lhe».

Talvez possamos também transformá-la. Pelo menos, a realidade da nossa vida pode ser transformada!

publicado por Theosfera às 09:08

Por muito que queiramos parar ou recuar, o tempo só nos leva para a frente.

Já dizia Jean Commerson que «o tempo é uma locomotiva que nos conduz a certa estação, na qual não há bilhetes de volta».

Na viagem da vida, a «locomotiva» do tempo não passa duas vezes em cada estação!

publicado por Theosfera às 08:52

Acertar é fundamental, mas é difícil.

A aprovação da multidão nem sempre é a via segura.

A multidão é oscilante e a popularidade acaba depressa.

Quem quer ser popular não pode ter coluna vertebral: tem de estar sempre a seguir as ondas.

A vida ensina que não há melhor certificado do que a aprovação da mãe.

Quando a mãe aprova é porque está certo. O que a mãe diz nasce do amor. E, por isso, da verdade.

Quem de facto ama (e ninguém ama como uma mãe) só sabe trilhar os caminhos da verdade!

publicado por Theosfera às 08:49

Há quem fale muito do futuro, mas parecendo continuar a habitar no passado.

Quem ouve fica com a impressão de que tudo vai ser diferente. Mas quem vê acaba por notar que tudo se mantém igual.

As palavras acenam com a novidade. Mas há atitudes que atestam que nada muda.

As promessas de mudança precisam de dar lugar a uma mudança de promessas.

O importante não é prometer mudança; é começar a mudar. Para melhor, se for possível.

publicado por Theosfera às 08:40

O monge disse ao noviço: «Vieste aqui não para adquirir algo, mas para te libertares de muita coisa».

O importante na fé não é o que esperamos ganhar, mas o que estamos dispostos a deixar

publicado por Theosfera às 07:19

A extrema provação manifesta, tantas vezes, a extrema determinação.

A história dos mártires está cheia de casos de uma coragem que supera todos os limites.

Em 203, cinco catecúmenos, que se preparavam para o baptismo, foram condenados às feras.

Os mais conhecidos são duas mulheres: Felicidade, que estava grávida, e Perpétua, que tinha um menino de peito.

Mas os outros três também deram admiráveis provas de dedicação pela fé.

Um deles, chamado Saturo, avisou o soldado Pudente de que seria abatido com uma única mordedura de leopardo.

E, de facto,  foi lançado a um leopardo, e com um só golpe ficou coberto de tanto sangue que o povo, sem saber o que dizia, dava testemunho do seu segundo baptismo, aclamando: «Foste lavado, estás salvo. Foste lavado, estás salvo!».

O baptismo é uma lavagem, uma purificação. Foi o sangue de Cristo que nos abriu as portas da salvação!

publicado por Theosfera às 07:16

Hoje, 07 de Março, é dia de Sta. Perpétua, Sta. Felicidade e S. Paulo, o Simples.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro