O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 28 de Outubro de 2014

 

É próprio dos sábios conhecer. Não é próprio dos sábios serem reconhecidos.

Já na Antiguidade, Confúcio notou:  «O sábio não se aflige por não ser conhecido dos homens; ele aflige-se por não os conhecer»!

publicado por Theosfera às 10:16

Fica bem ao servido agradecer ao servidor.

Mas também não fica mal ao servidor agradecer ao servido.

Domenico Cieri reconhecia que «poder servir é um favor que nos fazem».

Afinal, todos existimos para servir. Deixar servir não deixa de ser um acto de delicadeza!

publicado por Theosfera às 10:12

Muitas vezes, os mais crescidos não cuidam do que dizem e do que fazem à frente dos mais pequenos.

Seria bom perceber que os mais pequenos também são sensíveis. À injustiça, por exemplo.

Charles Dickens notou que, «no pequeno mundo em que vivem as crianças, não importa quem as crie; nada é mais delicadmente sentido do que a injustiça»!

publicado por Theosfera às 09:43

A estrada da vida até pode ser longa, mas a viagem costuma seguir a um ritmo acelerado.

Ainda que decidamos travar aqui ou ali, o acelerador teima em apressar a viagem.

Daí que a ansiedade abunde. Devia abundar também a paciência.

Precisamos de paciência para perceber que a justiça tem uma passada mais pausada.

Temos de estar preparados para tudo. A justiça pode vir muito tarde ou até demasiado tarde. Pode vir quando nós já fomos.

Importante é não vacilar.

Há quem aposte em distribuir sorrisos para a plateia e quem goste de coleccionar aplausos das multidões.

Sorria para a vida. A vida não deixará de lhe sorrir.

A seu tempo, o que permanece velado se desvelará. E, talvez, o desvanecerá!

publicado por Theosfera às 09:28

Hoje, 28 de Outubro, é dia de S. Simão, S. Judas e S. Malchion.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro