O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Triste, muito triste, é a fome.

Mas não é só a fome de pão que pode matar. A fome de fama pode também conduzir à morte, à morte da alma.

Há quem nunca se sinta saciado. Há quem revele uma gula incontrolável.

Só que, tal como acontece com o excesso de comida, também o excesso de fama só prejudica.

A pessoa deixa de ter vida própria, tudo nela é escrutinado. E, depressa, a admiração é substituída pela saturação.

Ninguém é tão aplaudido como os famosos. Mas também ninguém é tão repelido como os famosos.

Há até quem já ultrapasse o patamar da crítica e não hesite em recorrer ao insulto.

Ser visto dá, mas também tira. Há quem goste de ser visto. Mas o gosto depressa pode levar ao desgosto: a um profundo desgosto!

publicado por Theosfera às 11:04

O novo Prémio Nobel da Literatura, Patrick Modiano, deixa o alerta: «É preciso muito tempo para que a luz regresse àquilo que foi apagado».

Sem dúvida.

Há certas luzes que parecem (obstinadamente!) focadas na mesma direcção.

Há certas luzes que parecem incidir sobre os mesmos sítios e sobre aqueles que fazem questão de neles figurar.

Há certas luzes que só incidem sobre o palco, esquecendo quem está na plateia.

E, de facto, a luz parece levar muito tempo a mudar de orientação: muitas horas, muitos dias, muitos anos. Às vezes, pode levar uma vida inteira. O que se pode perder, então!

É possível que o que está apagado seja o mais merece brilhar.

Não será tempo de alterar a direcção de certas luzes?

publicado por Theosfera às 10:40

O sucesso combina com o valor?

Albert Einstein entendia que o importante não era ser pessoa de sucesso, mas pessoa de valor.

O sucesso acena, mas acaba por cegar.

Parece deslumbrar, mas acaba por ofuscar.

Hoje em dia, o valor não costuma ter muito sucesso e o sucesso não costuma ter muito valor.

O sucesso leva a pessoa a não ver, a não se conhecer, a não valorizar.

Afinal, o sucesso pode ser o grande passo para o insucesso.

publicado por Theosfera às 09:51

A partir de uma certa altura da vida, propendemos a recordar a viagem pelo tempo a partir dos seus começos.

 

Hoje, dia 10, era o dia do aniversário do Padre Antonino, pároco de S. João de Fontoura entre 1944 e 1977. Nasceu, como ele dizia a sorrir, a dez do dez do dez (10 de Outubro de 1910).

 

Foi ele que me enviou para o Seminário, quando eu tinha dez anos apenas!

 

Muitas vezes, pergunto: o que, com esta idade, pode motivar uma pessoa?

 

Entre outros factores, havia uma razão: como criança, gostava de ser como aquele senhor. Porquê?

 

Não era pelo que ele dizia. Não era pelo que ele fazia. Isso passava-me completamente ao lado. Era só porque era um homem bom.

 

Tinha sempre uma palavra para as crianças. Trazia os bolsos da batina cheios de rebuçados para lhes dar.

 

Coisas que parecem pequenas, quiçá triviais. Mas que podem mudar vidas inteiras!

publicado por Theosfera às 05:53

Somos um país em que se morre mais do que se nasce. Somos um povo em que aumenta o suicídio. Somos uma terra em que as pessoas se separam.

Difícil já é sofrer. Mais difícil ainda é achar que não valerá a pena sofrer.

Neste Dia Mundial da Saúde Mental, será importante meditar em tudo isto.

Há que unir esforços e congregar vontades.

Somos todos responsáveis por todos. E por tudo!

publicado por Theosfera às 00:13

Hoje, 10 de Outubro, é dia de S. Daniel e seus Companheiros Mártires, S. Daniel Comboni, S. Miguel Píni e S. Tomás de Vilanova.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:12

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro