O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

 

1. O supremo objectivo hoje é ter êxito. E o segredo do êxito parece ser a adaptação aos tempos que correm.

 

Acresce que, como percebeu Javier Aranguren, os nossos tempos são marcados pela pressa e pelo ruído.

 

2. O nosso tempo decapitou a calma e degolou o silêncio.

O êxito parece estar à mercê apenas de gente apressada e ruidosa.

 

3. O acto pausado é notado por poucos.

E a acção silenciosa — ou discreta — também não é valorizada por muitos.

 

4. Quem quiser ter êxito tem de se apressar. Até porque a competição não costuma abrir caminho para muitos.

A competição selecciona e, nessa medida, elimina. O êxito é só para alguns. E não necessariamente para os melhores.

 

5. Para ter êxito, o requisito não é estar com os outros, mas estar sobre os outros. Ou seja, é espadeirar doses de ruído para cima dos outros.

O ícone da pessoa bem sucedida é o artista que se coloca num plano muito alto e actua num tom muito elevado.

 

6. Mas pensemos também nos adeptos de um clube. Muitos deles não vêem os jogos; gritam durante os jogos.

Se o clube ganha, ouve-se o ruído dos aplausos. Se o clube perde, ouve-se o ruído dos apupos.

 

7. Não espanta que, com o melhor dos propósitos, haja cristãos preocupados com o êxito. E que não hesitem em recorrer aos seus principais ingredientes: a pressa e o ruído.

O ruído junta muita gente. O ruído junta depressa muita gente. O êxito parece garantido.

 

8. Acontece que a prioridade da evangelização não se esgota numa praça cheia de gente.

Mais importante que uma praça cheia de gente é a vida com gente cheia: cheia de Cristo, cheia do Evangelho de Cristo.

 

9. Os tempos devem ser compreendidos, mas não é aos tempos que devemos obedecer. Os cristãos estão no tempo para seguir Jesus Cristo.

Eles são chamados a trazer Jesus para o tempo, sem dissolver Jesus em qualquer tempo.

 

10. O que Jesus espera de nós não é o êxito. O que Jesus espera de nós é — independentemente do êxito — o seguimento da Sua pessoa e a fidelidade à Sua mensagem.

Muitas vezes, um cristão parece vogar em contracorrente. Mas, afinal, quando compreenderemos que seguir Jesus é ser diferente? 

publicado por Theosfera às 10:25

Atenção ao que se passa em Hong Kong.

Há muita gente a lutar pela liberdade, com dignidade.

A Praça de Tianamenn ainda não se apagou da memória.

Praza a Deus que a história não se repita.

O mundo abriu-se à China. Não estará na hora de a China se abrir (também) ao mundo?

Ou será que o mundo só serve para comprar o que na China se produz?

Só desejamos que haja paz e justiça!

publicado por Theosfera às 10:06

Alguma coisa tem de ser feita. As coisas não podem continuar como estão.

Mas, atenção, a violência não resolve. A violência só agrava.

John Kennedy deixou o aviso: «Os que tornam impossível a revolução pacífica acabam por tornar inevitável a revolução violenta».

Não adiemos a revolução pacífica.

O tempo não é infinito. E a paciência dos povos escoa-se depressa!

publicado por Theosfera às 10:03

Quando mais avançamos no tempo, tanto mais notamos que, afinal, estamos sempre a começar.

Por muito que nos aproximemos do fim (seja de uma tarefa, seja de um percurso), notamos que, no fundo, muito ficou por fazer, muito ficou por andar.

Séneca já se apercebera: «Cada novo início tem origem no final de um outro início».

Mesmo no fim, sentimos que estamos sempre a começar!

publicado por Theosfera às 09:58

Hoje, 30 de Setembro, é dia de S. Sofrónio Aurélio Jerónimo, S. Conrado d'Ulbach, S. Frederico Albert e das mártires Sta. Sofia, Sta. Fé, Sta. Esperança e Sta. Caridade. Refira-se que faz também 117 anos de faleceu Sta. Teresinha do Menino Jesus e da Santa Face.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:09

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro