O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 30 de Agosto de 2014

A Lei de Deus tem muitos preceitos, mas compendia-se num único mandamento: amar.

O crente é chamado a amar a Deus e a amar o ser humano. Procurará, por isso, amar humanamente a Deus e amar divinamente as pessoas.

Obviamente, amará os que merecem ser amados e não deixará de amar os que não merecem. Até porque estes serão os que precisam mais.

Chesterton dizia que devemos «amar os nossos vizinhos e os nossos inimigos provavelmente porque, quase sempre, são os mesmos».

Andará longe da verdade?

publicado por Theosfera às 09:52

E eis que a maior parte das conversas se cifra na mesma conclusão: «Não foi por mal».

É estranho. Porque é que as pessoas, tão violentas no agir, parecem tão tolerantes no falar?

Talvez por autodefesa. Afinal, por acção ou por omissão, por fas ou por nefas, muitos são os que andam envolvidos na maldade.

O problema é que se pressupõe uma boa intenção como inspiradora de uma má acção. Ou, pelo menos, a boa intenção não conseguiu deter a má acção.

Uma vez mais, estranha-se. A má acção terá sido inspirada por uma boa intenção. O que mais suspeito, porém, é outra coisa. Quando se arruma uma discussão com «não foi por mal», o que me palpita é que, no fundo, não estamos dispostos a fazer nada contra o mal.

«Não foi por mal?» Mas o mal vai alastrando. Imaginem se não fosse por mal...

publicado por Theosfera às 09:45

Ocorre hoje, 30 de Agosto, a memória da Bem-Aventurada Joana Jugan, Fundadora das Irmãzinhas dos Pobres.

 

Viveu nos séculos XVIII e XIX. Era uma pessoa de humildade extrema. Na escola do Mestre, dispôs-se a imitá-Lo até às útlimas consequências.

 

Fazia questão de mendigar para os pobres, em vez dos próprios pobres. A Cruz acompanhou-a sempre.

 

Aliás, na própria obra que fundou, só esteve quatro anos à sua frente. Uma campanha de intrigas e intromissões fizeram com que fosse destituída.

 

Iniciou, então, uma vida de reclusão, um grande retiro de 27 anos. O conselho de S. João Eudes, seu mestre espiritual, acompanhava-a sempre: «A verdadeira medida da santidade é a humildade».

 

Por isso, ela dizia às suas companheiras: «Sede pequenas, pequeníssimas. Conservai o espírito de humildade, de simplicidade».

 

João Paulo II, na homilia da beatificação, ressaltou: «Na nossa época, o orgulho, a busca da eficácia e a tentação dos meios poderosos dominam o mundo e, por vezes, infelizmente, a Igreja».

 

Os santos nunca tiveram vida fácil. Para seguirem a Cristo, passaram por uma via estreita, difícil e, não raramente, dificultada.

 

E os maiores atropelos não vieram de fora. Emergiram a partir de dentro.

publicado por Theosfera às 00:11

Hoje, 30 de Agosto, é dia de Sta. Joana Jugan e S. João Juvenal Ancina.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro