O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

O interior do ser humano, às vezes, é como os dias.

Também ele amanhece. Também ele entardece. Também ele anoitece.

Só que o homem é mais imprevisível, menos constante.

Ficamos tristes quando a noite anoitece, quando a noite anoitece prolongadamente.

Mas não há noite que dure sempre. A manhã também amanhece.

Nem sempre amanhece quando queremos, é certo. Não esqueçamos, porém, que é a escuridão da noite que antecede as manhãs.

Não desespere na noite. A manhã está quase a vir, quase a amanhecer!

publicado por Theosfera às 11:53

Às vezes, acontece-nos como às máquinas. Os seres humanos também avariam, também ficam imobilizados.

Nessa altura, ficamos à espera de que a inércia funcione. Paramos na expectativa de que as coisas venham ter connosco.

Porque é que não lançamos mão do maior património com que o Criador nos dotou: a vontade?

Já Albert Einstein percebera que «há uma força mais poderosa do que a electricidade e a energia atómica: a vontade».

Não esqueçamos que, como notou Witness Lee, «se houver uma vontade, haverá um caminho».

Pode não conduzir à meta desejada, mas, pelo menos, não desiste de tentar alcançá-la.

E mérito não tem só quem consegue. Mérito tem sobretudo quem tenta, quem insiste, quem nunca deixa de persistir!

publicado por Theosfera às 10:40

Vergados por uma espécie de fatalismo existencial, nós, os portugueses, propendemos a carregar nas tintas negras.

Mas, afinal, há tanta coisa que nos singulariza e devia fazer vibrar.

Se repararmos, um português não se sente estranho em nenhum lado e creio que nenhum cidadão se sentirá estranho no nosso país.

Um português nunca é só português. Ou, melhor, um português é tudo.

Era o que pensava Fernando Pessoa: «O povo português é, essencialmente, cosmopolita. Nunca um verdadeiro português foi português: foi sempre tudo».

Foi sempre tudo. Em Portugal. Em todo o mundo!

publicado por Theosfera às 10:06

Hoje é dia do grande Sto. Agostinho, um dos padroeiros da Diocese de Lamego.
Gigante do pensamento e da sensibilidade, deixa uma obra, ainda hoje, ungida com o manto da genialidade.
Da sua trajectória sobressai o essencial: a vida é uma procura de Deus. Como ele mesmo refere no imortal De Trinitate, importante é procurar. «Procuremos como quem há-de encontrar e encontremos como quem há-de voltar a procurar, pois é quando parece que tudo acaba que tudo verdadeiramente começa».
publicado por Theosfera às 02:58

O que nos impede de seguir o Evangelho, com todas as consequências, são as seduções e as ameaças.

As seduções afastam-nos. As ameaças encolhem-nos.

 

Está tudo nos sermões de Sto. Agostinho.

publicado por Theosfera às 01:55

Faz hoje, 28 de Agosto, 51 anos que foi pronunciado um dos discursos mais célebres do século XX.

Foi proferido por Martin Luther King.

É conhecido pela máxima, várias vezes repetida: «I have a dream» (eu tenho um sonho).

É um sonho que não morreu. É um sonho pelo qual, cinco anos mais tarde (1968), ele mesmo deu a vida.

Já não existe racismo nos Estados Unidos. Mas continua a subsistir a injustiça em todo o mundo. O que não parece persistir é o nível de coragem patenteado por pessoas como Luther King.

O medo sempre existiu. O que parece é que ele está a alastrar, ameaçando vencer-nos.

É possível que, a esta hora, o medo esteja a bater à porta de muitos corações. Mas não lhe ceda, não se submeta a ele.

Luther King é luminoso a este respeito: «O medo bateu à porta. A fé foi abrir. Não havia ninguém».

Ou seja, a fé faz desaparecer o medo.

Vençamos o medo com a fé. E com o testemunho da vida!

publicado por Theosfera às 00:52

Hoje, 28 de Agosto, é dia de Sto. Agostinho, Padroeiro secundário da Diocese de Lamego, e S. Junípero Serra.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro