O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 06 de Agosto de 2014

E eis que, à medida que Agosto cresce, o tempo parece que decresce.

A mancha diurna de cada jornada vai-se encolhendo.

A noite visita-nos mais cedo. O sol vai acordando um pouco mais tarde.

Confesso que a companhia deste sopro crepuscular apazigua o espírito e tonifica a vontade.

É como se a natureza estivesse a pedir-nos mais tempo para meditar, para calar, para olhar o que, habitualmente, não é visto: o lado de dentro!

publicado por Theosfera às 20:42

«Varvatar» é uma palavra arménia que significa «decoração com rosas».


Esta era a festa pagã daquele povo no primeiro dia do mês que antecedeu a sua conversão.


S. Gregório, o Iluminador, transformou tal festa numa festa cristã: a festa da Transfiguração.


Na montanha do Tabor, enquanto rezava, Jesus viu o Seu rosto ser transfigurado.


Ouviu-Se a voz do Pai numa nuvem: «Este é o Meu Filho muito amado. Escutai-O».


É isso que tentamos fazer, dia a dia: escutar Jesus. Para nos transfigurarmos n'Ele!
publicado por Theosfera às 10:44

Há quem goste de ser aplaudido. Há quem se delicie quanto os outros concordam com o que dizem.

Não era esse, porém, o sentir de Oscar Wilde.

De um modo talvez provocatório, confessou: «Ah! Não me diga que concorda comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado».

É possível que estivesse certo!

publicado por Theosfera às 10:25

Outrora, a vida das cidades era bem diferente da vida do campo.

Agustina Bessa.Luís estabeleceu essa diferença com grande precisão: «As cidades não são pátrias. É na província que se encontra o carácter e a mística duma nação, e os grandes escritores deixam-se amarrar ao espírito das terras nulas e sensatas a que extraem um brilho que a pedra polida da capital não tem».

Hoje já não será bem assim.

Desde logo, porque os campos, muitos campos, estão a ficar desertos.

E, depois, porque o estilo de vida também já começa a ser agitado.

É preciso correr para a escola, porque na aldeia já não há escola.

É preciso correr para o médico porque em muitas aldeias já não há médico.

Mas pode ser que, com esta nostalgia, o regresso ao campo seja mais apetecível!

publicado por Theosfera às 10:19

Entendia Albert Einstein que «o estudo em geral, a busca da verdade e da beleza são domínios em que nos é consentido ficar crianças toda a vida».

Ainda bem.

O nosso problema é pensar que, quando crescemos, não precisamos de procurar.

Isso não é maturidade; é ilusão. Isso não é sabedoria; é arrogância!

publicado por Theosfera às 10:12

É bom ser agradável para toda a gente. Mas é perigoso tentar agradar a todo o custo.

Aliás, Stendhal já prevenira: «Quanto mais agradamos, tanto menos profundamente agradamos».

É um caso em que a quantidade não rima com qualidade.

O melhor é ser autêntico!

publicado por Theosfera às 10:05

Muitos se espantam. Alguns revolucionários de ontem são vistos como conservadores hoje.

Afinal, que terá acontecido? Basta escutá-los e basta escutar.

A revolução, ontem, era vista como transformação. A revolução, hoje, tende a ser vista como mera dissolução.

Transformar é tentar mudar, é tentar melhorar. Mas da dissolução o que fica?

Quando tudo se dissolve, alguma coisa subsistirá?

publicado por Theosfera às 09:59

A transfiguração de Jesus é realidade e é apelo, apelo à nossa própria transfiguração.

 

Não é despiciendo notar que a transfiguração ocorre no âmbito da oração.

 

A oração transfigura, altera, felicita.

 

Deixemo-nos transfigurar. Por Cristo. Com Cristo. Em Cristo.

publicado por Theosfera às 00:46

A moral pode não ser científica. Mas a ciência não pode ser imoral.

Eis o que pensava Jules Poincaré: «Não é possível que exista uma moral científica; mas também não é possível que haja uma ciência imoral».

O problema é que nem sempre a ciência está imune ao assédio da imoralidade. A moral é sempre necessária. E cada vez mais indispensável!

publicado por Theosfera às 00:39

Foi em Hiroshima, em 1945.

Completam-se, hoje, 69 anos do lançamento da primeira bomba atómica.

A segunda guerra caminhava para o fim, mas a paz estava longe de ser garantida.

Ficou demonstrado que o potencial destruidor do Homem é brutalmente forte.

publicado por Theosfera às 00:36

6 de Agosto de 1978. Era Domingo.

Há 36 anos, tinha eu 13, acompanhava meus Pais numa visita pelos campos.

Liguei o pequeno transistor para ouvir uma partida de hóquei em patins.

De repente, a emissão é interrompida. Tinha morrido o Papa.

Paulo VI terminava a sua jornada terrena.

Foi um papa incompreendido, comedido nas atitudes. Mas tinha gestos surpreendentes e palavras profundas.

Finalizou a obra iniciada por João XXIII: o Concílio Vaticano II.

Transportou a Igreja para o nosso tempo.

Sofreu alguns vendavais. Mas ele nunca respondeu com qualquer tempestade.

Manteve sempre um porte sereno, acolhedor, sofrido. E sempre alentador!

publicado por Theosfera às 00:34

Há coisas que um padre pode não entender.

Muitas vezes, nem adianta esgrimir razões. Arriscamo-nos a tropeçar em eventuais «des-razões» nossas e em prováveis «sem-razões» alheias.

No entanto, nunca perde a razão quem mantém a disponibilidade.

De um padre espera-se acção, mas também rectidão, compostura, urbanidade.

Não basta saber nem saber fazer; é fundamental saber estar.

O padre deve mostrar o que é e ser o que mostra.

Pode nem ser muito competente, mas tem de ser uma pessoa decente, em quem se possa confiar.

publicado por Theosfera às 00:18

Hoje, 06 de Agosto, é dia da Transfiguração do Senhor (festa celebrada, em alguns locais, como do Santíssimo Salvador), S. Justo e S. Pastor.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro