O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 05 de Agosto de 2014

Não basta ler. É preciso tentar entender o que se lê.

O Padre António Vieira assinalou: «O livro, sendo o mesmo para todos, uns percebem dele muito, outros pouco, outros nada».

Mas, para entender, não chega ter uma inteligência brilhante. É fundamental possuir um coração puro.

Como notou Antoine de Saint-Exupéry, «só se vê bem com o coração»!

publicado por Theosfera às 10:55

1. Afinal, o que é ser padre?

Às vezes, parecem ser tantas as variáveis que até se arriscam a engolir aquela que deveria ser a única constante: Jesus Cristo.

 

2. Toda a gente tem uma noção do que é ser médico, futebolista ou artista. E toda a gente acaba por ter também uma ideia do que é ser padre.

O problema é que essa ideia está longe de ser uniforme ou minimamente concorde. Pela amostra, será uma ideia largamente plurívoca e disforme, talvez potencialmente equívoca.

 

3. São muitas as variáveis que se introduzem na tipologia do padre.

Dir-se-ia que tais variáveis são inevitáveis e podem ser até saudáveis. A questão é saber se poderão ser harmonizáveis.

 

4. O padre é uma espécie de nada em que cabe tudo.

Há padres a fazer coisas muito diferentes. Isso é fonte de admiração e, como é óbvio, é igualmente causa de alguma perplexidade.

 

5. É natural que cada padre incorpore as marcas do tempo em que vive e do lugar onde está.

De um padre é fácil saber para onde vai. De todo o padre é vital que se saiba donde vem.

 

6. Todo o padre vem de Cristo. Todo o padre transporta Cristo.

Todo o padre é chamado a oferecer Cristo e a encaminhar para Cristo.

 

7. Assim sendo, até a maior diversidade não deixará de ser cristiforme.

É Cristo que dá sentido até ao que parece não ter sentido. É em Cristo que conseguimos suportar o próprio insuportável.

 

8. Ser padre começa, pois, por ser um sonho de viver inteiramente em Cristo, de levar Cristo a todas as vidas, de alocar Cristo em todos os corações.

Nem sempre a realidade voa à altura do sonho. É imperioso que o sonho nunca feneça, ainda que as forças possam vir a desfalecer.

 

9. Vinte e cinco anos depois, continuo habitado por este sonho. E disponível para que o sonho não seja apenas sonho.

Não são os obstáculos que farão recuar. Confio numa força maior que todas as forças.

 

10. Cristo não é só ideal. Cristo é — será sempre — o meu real, o meu ideal real, o meu eterno real.

Ele é o ser que me faz ser, mover e comover. Hoje mais do que ontem. E seguramente menos do que amanhã!

publicado por Theosfera às 10:45

A maldade parece que não tem limites. Mas, às vezes, cria ilusões.

A maldade de alguém pode tropeçar numa maldade maior de outro alguém.

Emanuel Wertheimer reconheceu: «A maldade pode muitas vezes sacrificar-se a si mesma: é quando renuncia voluntariamente a uma vantagem pessoal para vantagem de outrem».

O melhor é mesmo não ir por aí. O caminho da maldade é um descaminho!

publicado por Theosfera às 10:35

A palavra não é tudo, mas abre-nos as portas para quase tudo.

Já dizia Clarice Lispector que «a palavra é a isca para pescar o que não é palavra».

A palavra deve olhar para lá de si própria.

Ela deve ser o eco da voz reprimida de muitos injustiçados!

publicado por Theosfera às 10:14

A realidade encolhe-se, muitas vezes, diante das aparências. No fundo, são estas que contam.

É que, muitas vezes, só vemos o que aparece. Falta-nos escutar o que existe.

La Rochefoucauld notou que «o mundo recompensa com mais frequência as aparências de mérito do que o próprio mérito».

Por natureza, o mérito é discreto. Não toca trombetas nem se move à frente dos holofotes.

Nós é que temos de nos habituar a olhar o que, para muitos, é invisível!

publicado por Theosfera às 10:07

Pouca gente saberá, mas as festas em honra de Nossa Senhora dos Remédios começaram por ser neste dia 5 de Agosto, liturgicamente dedicado a Santa Maria Maior ou Nossa Senhora das Neves.

Entre 1745 e 1777, as festas decorriam neste dia. Só a partir de 1778 começaram a acontecer a 8 de Setembro, solenidade do Nascimento de Nossa Senhora.

Este dia 5 de Agosto era antecedido de uma Novena que, tal como sucede agora, era muito cedo. Aliás, a própria festa de 5 de Agosto decorria entre as 5 e as 6 horas da manhã.

O Santíssimo Sacramento era exposto no peito da imagem de Nossa Senhora dos Remédios, seguindo-se a Missa cantada com sermão. Nessa altura, ainda não havia procissões.

publicado por Theosfera às 05:15

Não existe autarquia ministerial.

O padre não age em seu nome.

Não é gestor de uma carreira nem promotor de interesses.

Não está onde quer, mas onde é preciso.

Daí que tão depressa esteja a chegar como possa estar a partir.

O seu campo de trabalho é o mundo; a sua paixão é a humanidade; a sua única morada é Deus.

publicado por Theosfera às 00:16

Hoje, 05 de Agosto, é dia de Sta. Maria Maior (ou Nossa Senhora das Neves), Sto. Abel de Reims e Sto. Emídio.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro