O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 20 de Julho de 2014

«No berço, aprendi a dizer Mãe. Ao colo da minha Mãe, aprendi a dizer Pai. Depois, Pai e Mãe ensinaram-me a dizer Deus».

Era assim que começava o antigo Livro da Segunda Classe. E foi exactamente assim que aconteceu comigo.

O que vem do berço acompanha-nos até ao túmulo. O que vem de casa acompanha-nos pela vida.

Comecei a respirar Deus em casa, com meus Pais.

Foram eles que me (e)levaram até Ele.

Nos braços de meus queridos Pais recebi sempre o apertado abraço do eterno Pai!

publicado por Theosfera às 19:18

Um aviso de Marcial: «Serás sempre pobre, se és pobre; a fortuna apenas é concedida aos ricos».

De facto, cada vez mais parece ser assim.

Mas há uma fortuna que ninguém tira aos pobres: a da sua simplicidade e humildade.

A sua simplicidade e humildade são a fortuna que nem os mais afortunados terão!

publicado por Theosfera às 13:42

«O Cristianismo está apenas a começar».

A frase tem pouco mais de vinte anos e é do Padre Alexandre Man, assassinado em 1990.

Parece uma enormidade, mas é possível que encerre uma pertinente verdade.

É claro que, para o nosso tempo limitado, dois mil anos é muito tempo. Mas a história tem horizonte muito mais dilatados.

O Cristianismo é seguido praticamente por uma sétima parte da humanidade. Há uma proposta a fazer junto dos outros seis milhões de pessoas.

Por outro lado, além da difusão, existe uma reconversão a efectuar.

Há muitas cargas que temos colocado em cima das pessoas.

Ora, Jesus veio aliviar-nos de todas as cargas.

O Seu jugo não é pesado. A Sua carga é leve. O Cristianismo ainda está em fase de «incubação». Que neste recomeço ele se aproxime dos começos.

Que a nova evangelização respire o Evangelho da esperança e da mansidão.

O mundo espera uma Cristianismo que lhe ofereça Cristo. Apenas e sempre!

publicado por Theosfera às 13:40

Obrigado, Senhor, por não desistires.

Obrigado, Senhor, por insistires.

Obrigado, Senhor, por não deixares de apostares em nós.



Tu queres que nós sejamos, hoje,

os Teus lábios, as Tuas mãos, os Teus pés, o Teu coração.



Tu queres que nós sejamos, hoje,

os Teus lábios que continuam a pregar,

as Tuas mãos que continuam a abraçar,

os Teus pés que continuam a caminhar,

o Teu coração que continua a amar.



Ser apóstolo é ser enviado,

é estar em missão,

é estar sempre disposto a partir,

é estar sempre disponível para ir a todas as terras

e chegar a todos os corações.



Obrigado, Senhor, pelos apóstolos de ontem,

pelos apóstolos de hoje,

pelos apóstolos de sempre.



Obrigado, Senhor, por acreditares em nós,

apesar da nossa fragilidade, da nossa pobreza,

das nossas limitações.



Tu, Senhor, continuas a gostar de quem é simples,

de quem é humilde e pequeno.



Ser apóstolo não é apenas para os padres e para os bispos.

Ser apóstolo é para todos.

Ser apóstolo é para nós.



Não há condicionantes para começar o trabalho.

Não há limites para terminar a missão.

Ser apóstolo é para todos.

Ser apóstolo é para sempre.



Para ser apóstolo, basta crer.

Para ser apóstolo, basta querer.

Porque chamar, Senhor, Tu chamas sempre,

chamas-nos a todos.



Que nós estejamos atentos.

Que nós digamos «sim».



Que não tenhamos medo de partir.

Que sejamos apóstolos com os lábios.

E que sobretudo sejamos apóstolos com a vida,

com o testemunho.



Dá-nos o Teu despojamento.

Envolve-nos com a Tua humildade.



Vem sempre connosco.

Nós queremos caminhar sempre conTigo,

JESUS!

publicado por Theosfera às 10:53

As palavras não são tudo, mas podem ajudar muito.

Na Coreia do Sul, existe um Ministério do Futuro.

Pelo menos, será uma janela de novidade.

É importante que se vença o discurso gasto e a prática desgastada.

Quem, à esquerda e à direita, consegue dizer alguma coisa de novo?

publicado por Theosfera às 08:56

Será a queda do avião malaio o pretexto que faltava? Terá o mesmo impacto que teve o assassinato do arquiduque Francisco Fernando há cem anos?

Há muitas semelhanças. A escalada de violência está a crescer. As palavras são cada vez menos eufemísticas.

Apesar de tudo, espero que ninguém dê o passo que falta.

O abismo não está longe. Creio, porém, que ninguém vai dar o empurrão fatal!

publicado por Theosfera às 08:53

Os efeitos de uma guerra esmagam sobretudo aqueles que nela não participam.

Em apenas onze dias, 73 crianças foram mortas em Gaza.

Isto arrepia.

Ninguém é tão humano como o homem, diz o óbvio. Mas ninguém consegue ser tão desumano como o mesmo homem, garante a experiência.

Quando deixaremos este (cruel) labirinto?

publicado por Theosfera às 08:42

O padre não tem de ser um falador, mas nunca pode deixar de ser um escutador.

Antes de anunciar a Palavra, tem de saber acolher a Palavra.

O silêncio é o fermento da comunicação.

A oração é o alento — e o alimento — da missão.

publicado por Theosfera às 00:40

Hoje, 20 de Julho (XVI Domingo do Tempo Comum), é dia de Sto. Apolinário, Sto. Elias, Sta. Margarida, Sto. Aurélio e Sta. Vilgeforte ou Liberata ou Comba.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro