O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 29 de Junho de 2014

A Selecção queria os oitavos, pensava nos quartos, projectava as meias e sonhava com a final.

Tudo certo, tudo correcto.

Faltou, porém, uma coisa: apostar nos meios para lá chegar.

Não basta ter um óptimo futebolista e um grupo de bons jogadores.

Era fundamental formar uma equipa e colocar a bola no sítio certo.

Admitimos que era isso o que se queria. Mas, infelizmente, não foi isso que se viu.

Talento não falta a Portugal. Talvez tenha faltado tudo o resto.

E é assim que, agora, assistimos ao desfile de selecções que, porventura com menos talento, mostram mais objectividade e maior organização.

Seremos capazes de aprender?

publicado por Theosfera às 08:38

Não há pior dor do que ver uma ideia caída, um sonho desfeito, um projecto bloqueado, uma disponibilidade ignorada.

Já dizia Sophia que «nunca choraremos bastante quando vemos o gesto criador ser impedido».

Há quem seja especialista em cortes, em cortar, sobretudo em cortar asas.

Que nos restará além de chorar? Persistir. E nunca desistir.

Os que fazem cair também acabarão por tombar. E serão as lágrimas que agora choram a estender-lhes a mão.

publicado por Theosfera às 08:14

Mais escolas vão fechar.

A avaliar pelas reacções, parece que o problema é apenas de cada terra que fica sem escola.

Quando outras escolas fecharam, não se ouviram as vozes que agora se ouvem.

As vozes que, então, se ouviram já foram caladas.

Agora, falam estas. Mas a palavra do poder acaba por subjugar o poder da palavra.

Esta questão não devia ser localizada como se fosse um exclusivo de cada terra.

Este é um problema global, do país.

Antes da decisão, devia haver uma reflexão global, englobante. Mas a reacção após a acção não impede a decisão.

Resta-nos penar?

publicado por Theosfera às 08:09

Hoje, 29 de Junho, é dia de S. Pedro. Mas também é dia de S. Paulo.

 

Percebe-se que S. Pedro seja, digamos, mais popular. O Papa é o sucessor de Pedro, bispo da cidade onde Pedro morreu.

 

Mas S. Paulo não é menos importante. E o próprio Pedro apelava para a autoridade de Paulo sobretudo como sistematizador da mensagem de Jesus Cristo.

 

As cartas que escreveu constituem a alavanca primigénia do património doutrinal do Cristianismo.

 

Pedro foi sempre reconhecido como o primeiro dos apóstolos. Mas esta primazia foi sempre exercida como uma emanação do amor.

 

Após a ressurreição, Jesus como que testa o amor do seu discípulo.

 

Isto serve para dizer que a fé é inseparável do amor. E da esperança, aliás.

 

A Igreja sempre se sentiu a respirar por estes dois pulmões.

 

É fundamental reaprender incessantemente a lição que as suas vidas doadas nos oferecem.

publicado por Theosfera às 00:47

Hoje, 29 de Junho, é dia de S. Pedro e S. Paulo, S. Cásio, Sta. Emma e S. Siro.

S. Pedro é padroeiro dos serralheiros, dos sapateiros, dos ceifeiros e dos mareantes.

S. Paulo é padroeiro dos cordoeiros e é invocado contra o granizo e as mordeduras das serpentes.

É neste dia que o Papa costuma oferecer o pálio aos arcebispos recentemente nomeados. Tal pálio é confeccionado com pele de cordeiro. Os cordeiros costumam ser oferecidos na festa de Sta. Inês, 21 de Janeiro.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro