O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 31 de Maio de 2014

Não Te digo adeus, Mãe!

 

É o último dia do Teu mês.

 

Mas Tu ficas sempre connosco, na Igreja de Teu Filho

 

e na Humanidade que, como Ele, Tu tanto amas.

 

Adeus, ó Mãe? Não.

 

Sempre conTigo, Mãe!

 

publicado por Theosfera às 18:35

O perigo acompanha-nos sempre. O problema é se apenas o perigo nos resta.

Giraudoux notou: «A Pátria está em perigo, mas, se calhar, esse perigo é o que nos resta».

Apesar de tudo, penso que nos resta muito mais.

E o perigo é um despertador para a importância desse «muito mais»!

publicado por Theosfera às 12:11

Por vezes, a política infiltra-se na religião. Por vezes, a religião infiltra-se na política.

Repare-se em certos afloramentos da linguagem.

Por estes dias, muito se fala de «messias» e de «salvador».

E não é a Jesus Cristo que se referem!

publicado por Theosfera às 12:06

Não são as palavras que melhor interpretam os pensamentos.

Os melhores intérpretes dos pensamentos são as acções.

Palavra de James Joyce: «As acções são os melhores intérpretes dos pensamentos»!

publicado por Theosfera às 11:59

De um grande homem vem, quase sempre, um grande conselho.

Leonardo da Vinci aconselha: «Quem não pode o que quer, queira o que pode».

Quem não tem sucesso pode, mesmo assim, ter felicidade!

publicado por Theosfera às 11:53

A escola ensina muito. A vida ensina tudo. E, quase sempre, surpreende.

A tirania de um é má. Mas a tirania de muitos será melhor?

Mariano da Fonseca observou sagazmente: «Há povos que são felizes em não ter mais que um só tirano».

A bem dizer, não serão felizes. Serão, porventura, menos infelizes.

Piores que os tiranos assumidos são, sem dúvida, os tiranos dissimulados!

publicado por Theosfera às 11:49

Hoje é a festa da Visitação de Nossa Senhora a Santa Isabel.

E, de repente, notamos que esta é uma espécie de antecâmara da Solenidade do Corpo de Deus.

É que a primeira procissão do Corpo de Deus não foi em 1264. Foi, muito antes, quando Maria visitou Isabel.

Já tinha concebido. O Corpo de Deus já estava no Seu seio.

Hans Urs von Balthasar chamou-Lhe, com toda a propriedade, «cálice do Verbo». E o nosso Frei Amador Arrais qualificou-A como «capela de Deus».

Maria caminhou com pressa. A caridade assim o exigia. A solidariedade é sempre a prioridade.

E onde há amor e solidariedade, Deus está perto!

publicado por Theosfera às 05:30

Foi há 51 anos. Foi a 31 de Maio de 1963.

Nesse dia, morreu um dos lamecenses mais ilustres: o Dr. Alfredo de Sousa.

Foi deputado, ministro e presidente da câmara.

Muito do que esta cidade é hoje deve-se a ele.

O seu nome aparece numa rua. A sua figura não devia desaparecer da memória.

Num ano singular, justificava-se uma comemoração especial.

O ano do cinquentenário ainda está em curso.

Além da obra, Alfredo de Sousa foi grande pela dignidade, pelo porte, pelo exemplo.

Vidas assim não prescrevem. Vidas assim são lições perenes. À espera de serem apre(e)ndidas!

publicado por Theosfera às 00:24

Hoje, 31 de Maio, é dia da Visitação de Nossa Senhora a Sta. Isabel, Nossa Senhora do Coração de Jesus, Nossa Senhora da Boa Nova e Sta. Petronila.

Um santo e abençoado dia pascal para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro