O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 27 de Abril de 2014


Páscoa é todos os dias, Páscoa é todo o tempo.



Páscoa não foi. Páscoa é. A Páscoa não passa. A Páscoa é passagem, mas nunca é passado.



A Páscoa não foi apenas há oito dias. A Páscoa também é hoje.



Também hoje, Senhor, vens ter connosco. Também hoje nos dás a Tua paz, o Teu perdão, o Teu amor.



O Teu mandamento não é pesado, o Teu jugo é suave, a Tua carga é leve.



Quando Te amamos, amamos também as pessoas. Quando amamos as pessoas, amamos-Te também a Ti.



Também hoje, queremos ter um só coração e uma só alma.



Também hoje, queremos pôr tudo em comum.



Também hoje, queremos que ninguém passe necessidade, que ninguém tenha fome.



Também hoje, queremos conjugar, com os lábios e com a vida, o verbo «dar», o verbo «repartir», o verbo «amar».



O que é de cada um queremos que seja de todos.



Ajuda-nos, Jesus, a vencer a pior doença: o egoísmo.



Ensina-nos, Jesus, a vencer a falsidade e a mentira.



Envolve-nos, Jesus, com a Tua misericórdia e habita-nos com a Tua bondade.



Obrigado, Jesus, por morreres por nós.



Obrigado, Jesus, por ressuscitares para nós.



Obrigado por vires sempre ao nosso encontro.



Como S. Tomé, também hoje Te adoramos, também hoje Te dizemos:



«Meu Senhor e meu Deus!»

publicado por Theosfera às 11:20

A igualdade é reconhecida por todos. Mas será que é praticada por alguém?

Balzac pôs o dedo na ferida: «A igualdade pode ser um direito, mas não há poder sobre a Terra capaz de a tornar um facto».

Assim tem sido. Assim continuará a ser?

publicado por Theosfera às 08:19

A ilusão é uma doença que nunca aparece sozinha.

Habitualmente só nos apercebemos dela em conjunto com outra, não menos devastadora.

De facto, só damos conta da ilusão quando surge a desilusão.

É a desilusão que nos faz cair na realidade. É ela que nos faz sentir que estávamos mergulhados na ilusão.

Só se desilude quem se iludiu. Ao menos, a desilusão tem uma vantagem: serve de despertador.

Às vezes, é um despertador bruto, cruel. Mas cumpre a sua missão: desperta, acorda!

publicado por Theosfera às 08:15

Dante Alighieri: «Quanto maior é a sede, maior é o prazer em satisfazê-la».

É a sede que nos permite ir à fonte. As dificuldades na subida tornam mais reconfortante a chegada.

Decididamente, não é a facilidade que oferece felicidade.

O que é difícil desgasta, mas também conforta.

Superar uma adversidade confere uma sensação indescritível, uma paz imensa!

Muita paz e muita esperança! Especialmente para si!

publicado por Theosfera às 05:59

Hoje, 27 de Abril (II Domingo da Páscoa e da Divina Misericórdia), é dia de Nossa Senhora de Monserrate, Sta. Zita (padroeira das empregadas domésticas e das despenseiras) e Sto. Ântimo.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:16

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro