O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 07 de Abril de 2014

1. Diz a experiência que, para qualquer necessidade, os primeiros a dar são os pobres, os humildes e os simples. Afinal, são os mais ricos. Sim, ricos em generosidade, em coração.

Mas, apesar disso, são quase sempre os últimos a receber um agradecimento, uma palavra, um alento. São remetidos para os últimos lugares. Os que não dão — ou dão do que lhes dão —, esses, ocupam os primeiros lugares.

 

2. Não importa. Deus sabe olhar para quem dá. Olha para os lugares de baixo, para os lugares do fim.

Para Deus, os últimos são sempre os primeiros (cf. Mt 20, 16).

 

3. Vivemos entalados entre revoluções. Cultivamos a nostalgia das revoluções do passado. E alimentamos o sonho das revoluções do futuro.

Entre umas e outras estagnamos. Falta, segundo Gilberto Gil, «fazer a revolução de cada dia», a «revolução do viver». Importante é tentar. Decisivo é não desistir de tentar. A partir de agora.

 

4. Não se esgota na política a política. A política é maximamente abrangente. Já notava André Chamson: «Todos os nossos pensamentos tocam na política».

A política nunca devia esquecer donde vem nem para onde vai: a sociedade, o bem comum. Tudo o resto é instrumental, espuma e muita retórica.

 

5. É preciso que a política se descentre (de si) para que se recentre (fora de si).

Quanto mais a política se voltar para fora de si, tanto mais ela reencontra a sua razão de ser: o ser humano, a justiça, a paz.

 

6. O génio é feito de talento. Mas é possível que o génio tenha algo mais que o talento.

Schopenhauer aponta a diferença: «Os talentos atingem metas que ninguém mais pode atingir; os génios atingem metas que ninguém jamais consegue ver».

 

7. E isso é o que falta, hoje. Mas o curioso é que há gente humilde que parece ver melhor que muitos que se reputam de génios. Será que os verdadeiros génios estão na base? Eu não tenho dúvidas.

Os simples e humildes sabem olhar para a vida. O problema é que muitos não sabem (nem querem) olhar para a mesma vida com os olhos dos simples e dos humildes.

 

8. Jesus é o Médico e o Medicamento, a Cura e o Curador, o Evangelho e o Evangelizador, a Revelação e o Revelador, a Salvação e o Salvador.

Ele devolve a vida a quem sente perder a vida. Ele é a saúde para quem está doente. Ele é o sentido que paira sobre o sem-sentido em que andamos.

 

9. «Basta que tenhas fé», diz Jesus, outrora, a Jairo. E repete-nos hoje a cada um de nós.

Esta fé, entrelaçada com a esperança e emoldurada pelo amor, conseguirá mudar, mudar-nos.

 

10. Deus fala até quando Se cala. A palavra é veículo. O silêncio é fonte. Deus não está ausente das nossas palavras. Mas, muitas vezes, está mais presente na escuta do silêncio.

Fechemos, então, os olhos. Não apenas para dormir. Mas também para meditar. Para acolher!

 

 

publicado por Theosfera às 10:55

Ensina-se de muitas formas.

Pelo conhecimento seguramente. E, ainda mais, pelo exemplo.

Séneca já tinha observado: «Os progressos obtidos por meio do ensino são lentos; já os obtidos por meio de exemplos são mais imediatos e eficazes».

O problema é que os maus exemplos também não costumam ser falhos de eficácia.

É preciso discernir. E optar sempre pelos bons exemplos!

publicado por Theosfera às 10:49

É urgente perceber que nada somos sem os outros. Inferno não são os outros. Inferno é viver sem os outros, contra os outros. Não é incorrecta a máxima de Descartes: «Penso, logo existo». Mas é mais acertada a advertência de Sampaio da Nóvoa: «Penso nos outros, logo existo». De facto, não existo plenamente quando penso. Só existo verdadeiramente quando penso nos outros. Existir é nunca desistir dos outros.

Muita paz e muita esperança! Especialmente para si!

publicado por Theosfera às 05:55

Hoje, 07 de Abril, é dia de S. João Baptista de La Salle, Sto. Hermano José e Sta. Maria Assunta Pallota.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro