O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014

Que fazer, afinal? Perante a crise resistência?

Resistir pode ser inevitável, mas é deixar a iniciativa para a crise.

Importante, por isso, é ir além da crise. É não deixar que só a crise tenha iniciativa.

Se a crise é grande, a alternativa tem de ser (ainda) maior!

publicado por Theosfera às 10:49

Os especialistas são necessários. A sua palavra é indispensável.

Mas o seu contributo não pode ser o único.

É que, como assinalava Morgan, «o problema dos especialistas é que eles tendem a pensar sempre nas mesmas coisas».

O segredo da vida está em articular, em juntar.

Os especialistas também devem ouvir os que costumam (apenas) escutar!

publicado por Theosfera às 10:38

O Cón. José Cardoso, falecido neste dia há 30 anos, foi um apóstolo inigualável da catequese.

 

 

Algumas paredes ainda perduram como testemunhas da sua dedicação.

 

 

Alguns dos pregões que nelas verteu ainda se mantêm: «Cristo é teu Amigo», «Cristo conta contigo».

 

 

Publicou muitos e bons livros. Até uma História de Lamego contada às crianças e que era bom fosse recolocada em público.

 

 

São homens e sacerdotes de uma estirpe que fez escola e faz falta. Que saudades, senhor Cónego, de pessoas assim!
publicado por Theosfera às 00:02

Dizia Gandhi (faz hoje 66 anos que foi assassinado) que «o importante é o fim para o qual eu sou chamado».

Mas nem sempre há consenso em torno desse fim.

Madame de Stael achava que «o fim da vida não é a felicidade, mas o aperfeiçoamento».

E não será o aperfeiçoamento o caminho da felicidade? E não será a felicidade o zénite da perfeição?

publicado por Theosfera às 00:01

Hoje, 30 de Janeiro, é dia de Sta. Jacinta Mariscotti, Sta. Bertilda e Sta. Martinha.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

 

Aquele que nunca cedeu à violência acabou vítima da violência.

 

 

Mahatma Gandhi foi assassinado, neste dia, há 66 anos.

 

 

Acontece que toda a gente recorda e venera quem morreu.

 

 

Alguém sabe o nome de quem matou? Há vidas que nem a crueldade da morte apaga!

 

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro