O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 05 de Janeiro de 2014

É impossível passar ao lado. E é muito fácil ir na onda.

Mas quem me conhece sabe que não é de hoje a minha admiração por Eusébio.

Cresci na convicção de que, a seguir a Pelé, Eusébio foi o maior. E até este dia ainda não tive razões para mudar de opinião.

As épocas são diferentes. Actualmente, há mais jogos e mais imagens de jogos. A distância desacelera a lembrança. A memória começa por abarcar o mais recente.

É normal. A publicidade difunde mais.

E não há dúvida de que, nos tempos que correm, há quem esteja num patamar muito alto. Num patamar talvez perto de Eusébio. Mas superior a Eusébio continuo a não ver ninguém. Vi apenas Pelé.

Eusébio morreu cedo. Como ainda mais cedo morreu aquele que terá sido o maior obstáculo que Eusébio encontrou pela frente: Vítor Damas.

Os dois já se reencontraram no repouso eterno!

publicado por Theosfera às 18:25

Ainda criança já todos Te procuram.

Até os grandes se ajoelham diante de Ti.

Porque sabem que, na Tua simplicidade,

és rei, rei de amor e de paz.



Como os magos, também nós aqui estamos

e diante de Ti nos prostramos.



Não trazemos ouro, incenso ou mirra.

Transportamos a pobreza da nossa vida,

a simplicidade dos nossos gestos,

a ternura do nosso amor

e a vontade de estarmos conTigo.



Aceita, pois, Jesus Menino,

os nossos presentes,

o presente da nossa presença.



Tu vieste para nós.

Nós nunca queremos afastar-nos de Ti,

de Ti, que és a luz e a paz.



Tu manifestas-Te a todos.

Vieste à Terra

para seres o salvador e irmão de todos os homens.



Em cada um de nós, Tu encontras uma habitação.

Que nós nunca Te esqueçamos.



Fica sempre connosco.

Nós queremos ficar sempre conTigo,

JESUS!

publicado por Theosfera às 08:47

Mais do que um grande jogador, Eusébio foi um grande senhor.

O perfume do seu futebol ficou derramado pelos estádios.

A excelência da sua conduta fica gravada na vida. Para sempre!

publicado por Theosfera às 08:32

São tempos de tempestade, estes.

São tempestades violentas.

Séneca achava que «quanto mais violenta é a tempestade, tanto menor é a sua duração».

Mas não sei.

As tempestades violentas têm durado muito. E não penso apenas nas tempestades do tempo!

publicado por Theosfera às 08:28

Nada tão aviltante como a inveja.

Ninguém tão perigoso como o invejoso. Russell sinalizou: «O invejoso, em vez de sentir prazer com o que possui, sofre com o que os outros têm».

E, por isso, persegue, calunia. Mas nunca está satisfeito.

Apesar de tudo e como prevenia Heródoto, «mais vale ser invejado que lastimado»!

publicado por Theosfera às 08:22

Ninguém é igual a ninguém. Cada um é único, irrepetível.

Carl Jung usou, a este respeito, uma imagem reveladora: «Uns sapatos que ficam bem numa pessoa são pequenos para uma outra; não existe uma receita para a vida que sirva para todos».

Nem o grupo nem a comunidade nem a multidão têm legitimidade para anular a identidade de uma só pessoa.

O problema é que estamos atentos à ditadura de um sobre muitos. Mas quem está atento à ditadura de muitos sobre um?

publicado por Theosfera às 08:18

Grande no saber, na dedicação, na persistência, na fidelidade. Foi um professor marcante e um amigo inexcedível.

Falar com ele era um privilégio. Escutá-lo era uma lição. Permanente.

Nasceu neste dia há 101 anos. Partiu para o Pai há mais de nove: a 14 de Novembro de 2004.

Mons. Agostinho de Almeida Alves é um nome que não se apaga, uma presença que jamais se ausenta.

publicado por Theosfera às 00:24

Hoje, 05 de Janeiro, é dia de S. Simeão Estilita, S. Telésfero, S. João Neponucemo, Sta. Maria Repetto e S. Pedro Bonilli.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro