O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 03 de Dezembro de 2013

1. O Papa Francisco não é diluente. Afinal, o Papa Francisco até se mostra muito acutilante e bastante exigente.

Não abandona nenhum elemento da doutrina. E insiste imensamente no testemunho de vida.

 

2. É preciso que a Igreja deixe de se referir a ela mesma. É fundamental que a Igreja saia, que vá ao encontro. Que pare junto das pessoas.

Que, sem excluir ninguém, dê prioridade aos mais pobres, aos que estão nas periferias.

 

3. O Papa não quer uma Igreja sentada, consumindo o tempo apenas em congressos, simpósios e reuniões.

Ele pretende uma Igreja de joelhos e de pé. Enfim, uma Igreja orante e caminhante.

 

4. Neste sentido, prefere «uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças».

Para isso, é urgente que a Igreja emagreça — e agilize mais — as estruturas.

 

5. É imperioso que o Evangelho perpasse, que nunca se desfaça e que sempre nos refaça.

É decisivo que as energias se gastem na missão e não se desgastem em tantas adiposidades que os séculos foram introduzindo.

 

6. A leveza do Evangelho reclama uma cura da obesidade burocrática que tão aprisionados nos retém.

Não raramente, parece que vivemos entalados entre uma bulimia funcionalista e uma anorexia vivencial.

 

7. O Papa oferece-nos uma exortação apostólica, mas o seu impacto não será seguramente inferior ao de uma encíclica.

É um texto que vem na sequência do Sínodo dos Bispos. Mas as marcas impressivas de Francisco estão lá.

 

8. A «Evangelii gaudium» é, além do programa de um pontificado, uma espécie de «manifesto contra o instalamento».

Ela convoca-nos para a renovação da Igreja e para a transformação da humanidade.

 

9. Num mundo diferente, a Igreja não pode ser indiferente.

Ela tem de fazer coro com quem diz «não a uma economia da exclusão e da desigualdade social. Esta economia mata. Não é possível que a morte por enregelamento dum idoso sem abrigo não seja notícia».

 

10. No deserto em que o mundo se tornou, os cristãos são chamados a ser «pessoas-cântaro para dar de beber aos outros».

Assim imitaremos Jesus, «o evangelizador por excelência e o Evangelho em pessoa, que Se identificou especialmente com os mais pequenos (cf. Mt 25, 40)».

publicado por Theosfera às 22:21

Sem justiça, nada.

Aristóteles já o reconheceu: «A base da sociedade é a justiça; o julgamento constitui a ordem da sociedade: ora o julgamento é a aplicação da justiça»!

publicado por Theosfera às 09:58

Não basta a determinação. A determinação tem de estar irmanada com a ponderação.

Já dizia Aristóteles: «Da mesma maneira que a criança deve viver de acordo com as ordens do seu mestre, a nossa faculdade de desejar deve conformar-se às prescrições da razão»!

publicado por Theosfera às 09:53

Hoje é dia de S. Francisco Xavier, grande apóstolo e missionário.

 

O seu testemunho ecoa por tempos sem limites.

 

É interessante notar, por exemplo, como Zubiri era Xavier por causa de S. Francisco. Isto porque o teofilósofo nasceu a 4 de Dezembro (de 1898), portanto, um dia depois da memória litúrgica do santo.

 

O seu nome completo era José Francisco Xavier Zubiri Apalategui.

 

Mas o nome por que gostava de ser tratado era precisamente Xavier.

 

Refira-se, já agora, que Xavier significa casa nova, Zubiri quer dizer junto à ponte e Apalategui indica prateleira de um armário ou de uma estante, ou simplesmente biblioteca.

publicado por Theosfera às 00:07

Hoje, 03 de Dezembro, é dia de S. Francisco Xavier e Sto. Eduardo Coleman.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:05

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro