O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 10 de Novembro de 2013

Não será a altura (nem o espaço) de entrar em grandes dissertações.

Mas sempre achei que existiam notórias «nuances» entre comunalismo, comunismo e cunhalismo.

À partida, parecerão sinónimos, mas para mim há precisões a fazer.

No dia do centenário do nascimento de Álvaro Cunhal, sobram os estudos e multiplicam-se as homenagens.

Não me vou pronunciar. Só queria evocar um facto que sempre me marcou: por ser o dia do centenário e por ser Domingo.

Dizem que, logo a seguir à revolução, houve um comício numa manhã de Domingo numa determinada localidade do interior.

À chegada, o líder terá perguntado pela hora da Missa.

Espantados, os circunstantes alegaram que não era suposto um comunista ter tal preocupação. Ao que Cunhal terá respondido dizendo que, para ele, o respeito era sagrado. Não queria sobreposições.

O comício e a Missa podiam coexistir, sim. Em horas diferentes!

publicado por Theosfera às 08:57

Há um entrelaçamento entre o que se escreve e o que se vive.

A biografia condiciona (e ilumina) sempre a bibliografia.

Thomas Carlyle achava que «uma vida bem escrita é quase tão rara como uma vida bem vivida».

Enfim, para bem escrever, bem viver!

publicado por Theosfera às 08:49

Nem só os autistas sofrerão de autismo.

Há um autismo existencial que nos pode contagiar a todos.

Pascal descreveu-o magistralmente: «Normalmente, convencem-nos com mais facilidade as razões que nós próprios encontramos do que as que vieram ao espírito dos outros».

Estar aberto ao diferente pode livrar-nos de muitos problemas.

É por isso que a humildade é o gérmen da sabedoria!

publicado por Theosfera às 08:46

A falta de cultura gera violência. Mas o (presumido) excesso de cultura também não a evita.

Pierre La Rochelle percebeu que «a civilização extrema gera a barbárie extrema».

Os factos depõem insofismavelmente.

As duas guerras mundiais na última centúria foram protagonizadas pela Alemanha. Um país culto, a pátria do Kant que teorizou os fundamentos da paz perpétua, mergulhou o mundo na prolongada noite da destruição.

 Todo o cuidado é pouco. Os mais sábios não são imunes ao desastre!

publicado por Theosfera às 08:43

Só o agir documenta o ser. Quando não se age em conformidade, fenece-se.

Bem diz a Escritura: «Como o corpo sem o sopro da vida é morto, assim também é morta a fé sem obras».

Cessem as palavras, sobretudo as palavras sem obras.

É pelas obras que mostramos a coerência do nosso discurso.

O discurso da vida (quase) dispensa o discurso dos lábios!

publicado por Theosfera às 08:38

Tanto (e tão afanosamente) se procura o êxito.

Só que, ao contrário do que parece, o êxito desilude quando se alcança.

Emily Dickinson tinha reparado: «O êxito parece doce a quem não o alcança».

Muitas vezes, o êxito alcançado sabe a vazio, a oco.

Daí que muitos andem a mendigar êxito após êxito. Porque o vazio do próximo êxito parece sempre maior que o do êxito anterior!

publicado por Theosfera às 08:34

Hoje, 10 de Novembro, XXXII Domingo do Tempo Comum, é dia de S. Leão Magno, Sto. André Avelino e Sta. Natalena.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 05:59

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro