O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 02 de Novembro de 2013

Às vezes (não tão poucas vezes assim, confesso), noto que preciso da solidão para estar acompanhado.

É que, às vezes (não tão poucas vezes assim, confesso), verifico que, em certos grupos e multidões, é quando mais nos sentimos em solidão.

Trata-se de uma solidão imposta. Trata-se de uma solidão feita de rejeição, pilotada pela incompreensão ou, então, tecida pela indiferença.

Esta é a solidão que dói. A outra pode ser a solidão que liberta, que aproxima.

Nem sempre nos sentimos acompanhados por quem está ao nosso lado. Nem sempre estamos desacompanhados por quem não está à nossa beira.

Nem sempre estaremos sós quando nos encontramos sozinhos. É nessa altura que o melhor dos outros pode entrar em nós: pela recordação, pelo eco da presença, pela revivescência do que já foram e deixou marcas imperecíveis.

Ao fim e ao cabo, nem sou eu que procuro a solidão; é a própria solidão que me visita.

Não seria indelicadeza fechar-lhe as portas?

publicado por Theosfera às 20:41

Há quem faça da vida um palco.

Há quem se esqueça de viver e passe o tempo a encenar.

Eis o aviso de Oscar Wilde: «O mundo pode ser um palco. Mas o elenco é um horror».

Nada como ser autêntico e verdadeiro.

Encenar é no palco. Mas a vida não é (só) um palco!

publicado por Theosfera às 07:42

O passado não é só passado. O passado é a semente do futuro.

Aliás, já Mîllor Fernandes dizia que «o passado é o futuro usado».

É o futuro usado e ousado.

Não desprezemos o passado. O nosso futuro começou lá!

publicado por Theosfera às 07:39

O trabalho dá muito e ajuda a poupar bastante.

Voltaire dizia: «O trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade».

Nem sempre o trabalho satisfaz todas as necessidades. Nem sempre o trabalho tem a recompensa merecida.

Mas é o caminho certo. Infelizmente, muitos são impedidos de trabalhar!

publicado por Theosfera às 07:37

Hoje, 02 de Novembro, é dia da Comemoração dos Fiéis Defuntos, de S. Malaquias e de S. Pio Campidelli.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 00:18

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro