O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 15 de Setembro de 2013

Há quem pense que é pela violência que se opera a mudança.

Há quem destrate, com suprema sobranceria, a moderação.

Mas até Daniel Innerarity nota que «as pessoas que transformam as sociedades são os moderados».

Não limite, pois, a sua atenção aos gritos dos que falam do alto. Esteja atento à voz moderada dos que falam a partir da base, do fundo.

Como refere o politólogo, «em muitos casos, os que são mandados sabem muito mais do que aqueles que mandam».

Só que os holofotes não reparam neles. Só olham para eles como ornamento das campanhas.

Os de cima não deviam apenas falar aos de baixo. Deviam escutá-los. Aprender com eles.

Creio, cada vez mais, nas pessoas simples!

publicado por Theosfera às 08:59

Não basta denunciar o mal. É fundamental semear o bem.

Agustina Bessa-Luís notou, há muito tempo, que não falta quem diga o que está errado. Falta é quem aponte o que está certo.

Duhamel, em pleno século XIX, avisara que «o ódio à asneira não basta para fazermos uma filosofia».

E o Padre Manuel Antunes, olhando para a idiossincrasia lusa, achava que o nosso mal é que o negativo prevalece sobre o positivo, os defeitos sobre as qualidades e os defeitos das qualidades sobre as qualidades dos defeitos.

Não se limite, pois, a apontar o dedo. Estenda a mão.

O mal deve ser denunciado. Mas importante é que ele seja vencido. Na companhia de todos!

publicado por Theosfera às 08:48

Os maiores de uma época seriam os maiores noutra época?

Os que são esquecidos num momento seriam vitoriados noutras alturas. A sensibilidade seria diferente.

Vergílio Ferreira percebeu: «A História é feita de máximos que só o são porque quando o foram não calhou haver outro ou pôde haver outro que os relativizasse».

Até os máximos podem passar facilmente a mínimos.

Há que não ficar eufórico com os picos de popularidade. Nem há que ficar deprimido com os mantos do esquecimento.

Importante é que, com aplausos ou com indiferença, se faça o que tem de se fazer: o bem!

publicado por Theosfera às 08:40

O esforço gasta mas compensa. Em tudo e sempre.

A literatura não foge à regra. Samuel Johnson afirmou: «O que é escrito sem esforço em geral é lido sem prazer».

O que custa vale. O que vale custa!

publicado por Theosfera às 08:35

Hoje é dia de Nossa Senhora das Dores. Das Suas. Das dores de Seu Filho. Das dores de todos os seus filhos. Que somos nós.

 

É bom saber que há quem faça suas as nossas dores. É comovente sentir que há quem chore as nossas lágrimas.

 

Mãe dos pobres e dos humildes, até quando continuarás mergulhada em pranto?

publicado por Theosfera às 05:49

Hoje, 15 de Setembro, XXIV Domingo do Tempo Comum, é dia de Nossa Senhora das Dores, S. Rolando e S. Paulo Manna.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 05:48

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro