O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 10 de Setembro de 2013

Por muito que a razão explique uma acção, ela tornar-se-á necessariamente racional, menos louca?

Tenho dúvidas, muitas.

O mundo volta a rebuscar argumentos gastos, e desgastados, para defender a guerra.

Não falta sequer o recurso a eufemismos. A intervenção pode ser qualificada como humanitária, mas a realidade é bem diferente.

São mortes que se somam a mortes.

Fausto Bordalo Dias é que viu bem e disse tudo: «Por mais que seja santa, a guerra é a guerra»!

publicado por Theosfera às 10:18

Muito questionamos a acção de alguns. Mas não nos devíamos preocupar mais com a inacção de tantos?

O Padre António Vieira, sempre conspícuo nas suas formulações, avisou-nos: «Pelo que fizeram, se hão-de condenar muitos; pelo que não fizeram, todos»!

publicado por Theosfera às 10:11

A razão explica muito, mas não realiza tudo. Muitas vezes, as coisas que a razão explica nasceram de situações que a mesma razão propenderia a considerar loucas.

André Gide sinalizou: «As coisas mais belas são ditadas pela loucura e escritas pela razão». Nem sempre. Mas, frequentemente, é assim.

O melhor e o pior da vida estão, pois, empatados quanto à proveniência. Quase sempre, nascem de assomos de loucura!

publicado por Theosfera às 10:07

Gracejo vem de graça.

Mas nem todo o gracejo tem graça. Às vezes, o próprio gracejo é um passo muito rápido para a ofensa.

Era o que reconhecia Charles Saint-Evremond: «Do gracejo mais leve à ofensa não dista vulgarmente mais que um passo».

Nunca demos tal passo!

publicado por Theosfera às 10:03

Qualquer juízo infunde receio. Qualquer acaba por incutir algum medo.

Quanto ao Juízo Final, não temos motivos para este género preocupações. Como dizia Sofocleto, «o bom do Juízo Final é que será sem advogados».

Estaremos, inteiros, diante do Juiz. E, como este Juiz é imensamente bondoso, só temos de confiar, aderir e esperar.

O Seu amor vencerá tudo. Até a nossa possível miséria!

publicado por Theosfera às 09:58

Quem não gosta de ser compreendido?

Mas quanto mais a pessoa de bem se afasta da normalidade, tanto menos compreendida será por quem labora nas imediações da «normalidade» instituída.

Longanesi tinha reparado: «O pior que pode acontecer a um génio é ser compreendido».

Pode ser agradável, mas é sinal que, no fundo, está dentro da corrente.

Nem todo o incompreendido será génio. Mas todo o génio acaba por ser incompreendido.

É preciso ser génio para compreender o génio. E é preciso perceber que a raiz da genialidade repousa no regaço da simplicidade.

As pessoas simples acabam por ser as mais brilhantes.

Não aprisionam a luz. Não se apropriam da luz. São as que mais deixam brilhar a luz!

publicado por Theosfera às 09:49

Hoje, 10 de Setembro, é dia de S. Nicolau de Tolentino, S. Francisco Gárate e Sta. Pulquéria.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 05:59

A força do hábito tanto pode robustecer a vontade como obscurecer a lucidez.

A certa altura, fazemos as coisas por rotina não cuidando de saber se é bem ou mal o que estamos a fazer.

Há mais de 50 anos, João de Araújo Correia assinalava que, nos enterros, «só o morto é que se porta bem. O vivo conversa e gesticula pelos cotovelos. Faz parlamento do acompanhamento. E chama-lhe funeral». 

O que ele diria hoje? Talvez nada.

Já estaria habituado ao ruído?

publicado por Theosfera às 00:55

Faz hoje 35 anos que foi proferida uma das frases mais espantosas de sempre.

Foi, de facto, a 10 de Setembro de 1978 que o Papa João Paulo I (que viria a morrer a 29 desse mesmo mês) disse que «Deus é Pai e, ainda mais, Mãe»!

Para o «Papa do Sorriso», Deus não faz mal, não castiga. «Só quer fazer-nos bem a todos».

É por isso que «Deus tem os Seus olhos abertos, mesmo quando nos parece que é de noite» Acrescentaria: «Sobretudo quando nos parece que é de noite»!

publicado por Theosfera às 00:23

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro