O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 17 de Abril de 2013

Há quem prospere desconfiando de todos.

Há quem siga, talvez, uma das máximas do pensamento cínico: «Confiar é bom, não confiar é melhor».

Mas tal «prosperidade» é feita apenas de atropelos.

Há quem veja a vida como um mero jogo em que cada interveniente controla os passos dos outros.

Há também quem encare a existência como uma guerra em que os outros são adversários para abater.

É pena que seja assim. Não vale a pena ser assim.

publicado por Theosfera às 11:03

O que mais dói não é os culpados terem culpa.

É também os culpados fazer-se de vítimas.

É preciso topete, mas é verdade.

Alain percebeu a situação: «A força dos maus é eles considerarem-se bons e vítimas dos caprichos alheios»!

publicado por Theosfera às 10:58

«Se a filosofia deve ser útil aos homens, deve fazer do homem o seu fulcro».

Herder percebeu o essencial. O pensamento humano, na sua multímoda configuração, tem uma dupla incidência: o mundo e o homem.

A Filosofia acaba por ser uma Cosmologia e uma Antropologia.

Por isso, tem sempre uma dimensão teológica. Deus é a raiz do mundo e o futuro do homem!

publicado por Theosfera às 10:57

1. O primeiro Francisco começou por ser João: João Pedro. O actual Francisco começou por ser Jorge: Jorge Mário.

O primeiro Francisco nasceu na Itália. O actual Francisco tem as suas raízes na Itália, mas iria nascer na Argentina.

O seu pai também era Mário e (premonitoriamente?) tinha «Francesco» como apelido (Mário Giuseppe Francesco). Pertencia a uma família de 24 irmãos que, nos anos vinte do século XX, aportaram em Buenos Aires.

 

2. Nas memórias do futuro Pontífice encontram-se alojados os jogos da escola, as tardes de sábado a ouvir música com a mãe e as idas ao estádio do San Lorenzo, o clube de que se tornou adepto.

Por volta dos 13 anos, começa a ajudar o pai numa fábrica de têxteis. Entretanto, inscreveu-se no instituto técnico-industrial de química da alimentação.

 

3. Frequenta a paróquia de S. José de Flores, onde participa na Missa todos os domingos. Aos 17 anos, a 21 de Setembro de 1953 (data que nunca esqueceu), entrou na igreja para se confessar.

Ficou tão impressionado com a espiritualidade do Padre Duarte que decidiu tornar-se sacerdote. Sentiu que aquele momento foi «um encontro com alguém que estava à espera dele»!

 

4. Começou pelo Seminário diocesano de Buenos Aires, mas, volvidos alguns meses, ingressou no noviciado da Companhia de Jesus. A ordenação sacerdotal ocorreu a 13 de Dezembro de 1969.

Como padre, mostrou aquilo que continua a revelar como papa. Em toda a parte, diz Angel Rossi, «deixou uma marca de simplicidade e de humildade». Destacou-se, já nessa altura, como «um homem de profunda pobreza, de muitíssima oração, culturalmente preparado e com uma inteligência intuitiva».

 

5. A 13 de Maio de 1992, quando se comemoravam os 75 anos da primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima, o Núncio Apostólico disse-lhe que iria ser Bispo Auxiliar de Buenos Aires!

Quando, em 1998, se tornou arcebispo, não se transferiu para o paço arquiepiscopal. Ficou num apartamento com dois quartos e ele mesmo preparava as refeições. Deslocava-se de autocarro e metropolitano.

 

6. Ao «La Stampa», afirmara que «a Igreja deve sair de si mesma e ir para a periferia».

É por isso que ele andava pelas favelas, convivia com os mais pobres, promovia refeições populares e centros de acolhimento para os sem-abrigo.

 

7. Jorge fez tudo para não deixar de ser Jorge. Dizem algumas inconfidências que, já em 2005, tivera muitos votos.

Nessa altura, houve quem notasse o seu olhar sofredor e quem escutasse o seu pedido para que escolhessem outro.

 

8. Desta vez, o pedido não foi atendido e Jorge tornou-se Francisco. Há muita surpresa em muitos quando olham para Francisco. Mas não há qualquer surpresa para quem já conhecia Jorge.

Afinal, Jorge procurou desde sempre ser Francisco, ser como Francisco!

publicado por Theosfera às 10:27

Hoje, 17 de Abril, é dia de Sto. Aniceto, Sta. Maria Ana de Jesus, Sta. Catarina Tekakwitha e S. Benjamim Mantuano.

Um santo e abençoado dia para todos!

publicado por Theosfera às 07:03

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro